Empréstimo com restrição

empréstimo com restrição
Conheça as formas mais confiáveis e seguras de conseguir empréstimo com restrição mesmo tendo o nome no Serasa e SPC…

“Hoje é muito mais provável se qualificar para um empréstimo pessoal com restrição que em tempos atrás — por incrível que pareça, pegar um empréstimo pode ser muito menos compensador para quem está com nome limpo e com relatório de crédito em dia.”

Mas como tudo, houve um tempo que era bem mais difícil ser aprovado ao pedir um empréstimo com restrição, ou seja, o normal seria uma pessoa ter um score de crédito alto, mas quando essa pessoa tem má reputação no Serasa, SCPC e SPC Brasil, faz o score ficar com pontuação baixa.

Quem está no momento sem as qualificações exigidas para ter a aprovação de um empréstimo pessoal, pode ter a sua solicitação recusada, em especial nos principais bancos de varejo. Isso acontece porque os credores serão mais rígidos com a análise de crédito e desconfiados ao emprestar dinheiro para quem está negativado e com restrições no CPF — com nome sujo.

Existem muitos critérios que ajudam uma instituição decidir se vai liberar o crédito solicitado por um mutuário, uma delas é sua pontuação de crédito (score), seu relatório de crédito e principalmente sua renda comprovada.

Muito dos critérios podem tornar o pedido de empréstimo incerto, porque o credor — banco ou financeira — não acredita que o solicitante será capaz de pagar de volta, o dinheiro que quer emprestado se algum dos padrões pontuais não estiverem em ordem.

Para minimizar a angústia de quem precisa de dinheiro e não tem acesso aos grandes bancos como o BB (Banco do Brasil), Caixa Econômica, Itaú Unibanco, Santander e Bradesco, além de muitos outros bancos estaduais e privados.

empréstimo pessoal com restrição está aí para quem precisar.

A modalidade é totalmente sem consulta, dependendo do banco as taxas são razoáveis e como o próprio nome do empréstimo já diz, as restrições financeiras não impedirem que o pedido seja aprovado.

E seu eu estiver com restrição, consigo empréstimo?

Claro que sim, os tempos mudaram!

Se você tem restrição no nome, tem inscrições de pendências financeiras no seu relatório de crédito ou seu score é muito baixo porque no passado assumiu compromissos que não pode cumprir, esses não são mais fatores de recusa.

Caso seu nome esteja relacionado como inadimplente nos órgãos de proteção ao crédito, acredite, muitos credores estão dispostos em aceitar o risco de emprestar a grana para você.

Na verdade como você já deve saber, a maioria dos bancos, financeiras e cooperativas de crédito não empresta dinheiro facilmente para pessoas com crédito ruim — com restrição. Além disso, apesar de ter muitos credores online, boa parte se recusa a conceder o famoso e mais conhecido “empréstimo pessoal com restrição rápido, fácil e sem burocracia“.

Empréstimo com restrição fácil, rápido e seguro

A boa notícia é que isso não significa que você não possa obter um ou mais empréstimos pessoais — não são muitos credores que possuem a expertise suficiente para concentrar o foco em pessoas com problemas de crédito, mas se você procurar nos locais certos, como aqui no GranaSmart, certamente vai encontrar empresas que liberam de R$ 200 a R$ 50.000 mil reais, ou até mais que esse valor.

Você também deve saber que, provavelmente terá que pagar uma taxa de juros mais elevada ao contratar o empréstimo pessoal mesmo estando com restrição, mas ao contrário do ecr, outra linha de crédito na mesma modalidade e que também servem pessoas como nome sujo, você pagará taxas muito baixas (de 0,89% a 3,5%) se tiver acesso ao “crédito consignado para negativado“.

Em ambas as modalidade para quem está com restrição, é possível solicitar montantes em dinheiro e ter a aprovação rápida e fácil.

Uma vez que os credores estarão assumindo mais risco, o preço para colocar a mão em qualquer quantia solicitada no empréstimo é alto“.

Para quem está procurando empréstimo especificamente com restrição, tente explorar diferentes credores para fazer a sua solicitação sem ter problemas ou frustrações.

Existem muitos tipos de empresas e instituições financeiras que oferecem esses serviços direcionados, entre eles incluímos:

  • Bancos de varejo privados
  • Cooperativas de crédito
  • Financeiras e instituições para crédito
  • Associações de financiamento coletivo
  • Correspondentes bancários e não bancário
  • Organizações não governamentais e prestadores de serviços públicos
  • Empresas de empréstimo, plataformas de crédito e outros credores online
  • Emprestadores particulares (agiotas) e agenciadores

O que os bancos e financeiras olham no seu crédito?

Por praxe, os credores de empréstimos em geral analisam muitos fatores, mas a atenção está voltada a sua renda e pontuação de crédito quando é feita uma solicitação. No entanto a pontuação não é o único fator que eles validam. Eles também analisam quanto dinheiro você está ganhando, quais as dívidas que possui e muito mais.

  • Avaliam quanto tempo você empregado
  • Quanto tempo mora no mesmo lugar
  • Pedem comprovação de salário para assalariados
  • Pedem comprovação de renda para autônomos
  • Extratos e demonstrativos (detalhamento) para aposentado e pensionistas
  • Margem consignável (contra-cheque) para servidores públicos e militares

Os credores vão querer evidências de sua renda, moradia e até senha da conta bancária. Para liberais e profissionais que trabalham por conta própria, provavelmente irão pedir as duas últimas declarações fiscais, Decore ou outro documento comprobatório.

Necessariamente também irão querer avaliar seu fluxo de rendimento relacionado a dívida vs. renda. Isso será feito para terem uma ideia melhor do uso do seu dinheiro analisando suas despesas e compromissos financeiros contra sua renda e entradas em dinheiro.

Sua relação dívida versus renda é algo que todas as instituições de crédito levam muito a sério. Mesmo em credores onde as políticas para crédito são um pouco menos burocráticas, aceitando a restrição e nome negativado, eles não lhe emprestaram dinheiro a menos que o comprometimento da sua dívida esteja menor que 30%, 35%, estourando 40% nas melhores das hipóteses.

Restrições no relatório de crédito atrapalha aprovação

Outra coisa que os credores olham, são os seus registros como inadimplente na analise de crédito. Eles verificaram se você deixou de pagar qualquer tipo de compromisso, carnê, obrigação financeira ou contas de consumo, se existe protestos em cartórios e coisas do tipo.

Ou seja, querem saber se você é inadimplente com seus pagamentos ou se não cumpriu suas obrigações como mutuário com algum credor, instituições ou empresas comerciais.

empréstimo pessoal com restrição online

Enquanto alguns credores não emprestam dinheiro de jeito nenhum para quem está com restrição, outros exigem que simplesmente não tenham registros nos últimos seis meses a um ano, e outros porém, nem se importam com isso, principalmente se o empréstimo for do tipo descontado no salário, benefício, pensão ou soldo.

Qual a taxa de juros para empréstimos com restrição?

Se você está solicitando um empréstimo pessoal com restrição, pode estar vendo taxas anunciadas que podem começar de 0,8% a 3%. Mas se você está com crédito muito ruim, provavelmente não será elegível para receber nenhuma dessas taxas baixas.

Fique atualizado com o custo dos juros…

  • Empréstimo pessoal online com restrição — taxa de 4.8% a 21% ao mês
  • Empréstimo consignado com restrição — taxa de 0,89% a 3,5% ao mês
  • Empréstimo para assalariado com restrição — taxa de até 5.4%, Consignado Privado
  • Empréstimo alternativo entre pessoas com restrição — taxa de 4,2% a 11%, Peer-to-peer
  • Financiamento coletivo com restriçãotaxa zero, no Crowdfunding
  • Empréstimo com Penhor com restrição — Taxa de até 6% variável

As taxas de juros são relativas, cada credor aplicará um valor de acordo com seus próprios critérios dentro de regras estabelecidas pelo BC ou órgãos reguladores. Cabe a você fazer suas pesquisas e comparar qual é a melhor empresa de empréstimo e qual tem a melhor taxa de juros.

O que você deve procurar em um empréstimo pessoal?

Se você está pensando em fazer um empréstimo pessoal, há muitas coisas importantes que você deve levar em conta. A primeira coisa que você deve olhar é a taxa de juros real que vai pagar. Não é inteligente saber apenas o quanto eles dizem que estão cobrando, é preciso saber exatamente quanto (valor real) e o tipo de taxa.

Quando pedir dinheiro emprestado, você pode ser cobrado com taxa de juros fixa ou variável em seu empréstimo dependendo da modalidade e da categoria que você solicitou.

Empréstimo de taxa fixa: é aquele em que a taxa de juros que você recebe quando toma o empréstimo permanece a mesma durante todo o período (prazo) do empréstimo.

Empréstimo de taxa variável: tendem a ter taxas de juros mais baixas para começar, mas essas taxas tendem a subir ou descer, você pode acabar pagando muito mais juros durante o período do empréstimo, diferente do empréstimo com taxa fixa.

Duração do empréstimo: Outra coisa a se pensar é o prazo de duração do seu empréstimo — o prazo se refere a quanto tempo você tem que pagar pela quantia emprestada. Muitos credores oferecem uma variedade de prazos diferentes, desde curto prazo que podem durar menos de 12 meses, até longo prazo que podem durar até 96 meses ou mais.

Taxas de pagamento antecipado: Há outras taxas como impostos e seguros que você deve ficar atento, não pague taxas de comissão ou taxas de pagamento antecipado, a não ser que você quebre as cláusulas do contrato. Verifique se é possível pagar parcelas adiantadas a qualquer tempo e como funciona.

Para conseguir obter a menor taxa de juros, atualmente é preciso estar apto para um consignado em folha, pois há menos risco para o credor ao descontar os pagamentos dos reembolso direto na renda do mutuário.

Outra forma conseguir dinheiro é decidir se é válido colocar seu automóvel ou casa como garantia em um empréstimo com restrição a fim de obter a grana que precisa, nesse caso vale a pena olhar para a menor taxa de juros, em torno de 1,45% para mais ou menos.

Dicas para melhorar sua pontuação de crédito

Você está com restrição, beleza, felizmente isso não é o fim do mundo. Como já falamos no artigo você mesmo assim ainda consegue se qualificar para “empréstimo com restrição“, “empréstimo sem consulta” e “crédito para negativado” em alguns credores online.

Mas se decidir que quer melhorar o seu crédito aumentando sua pontuação e aperfeiçoando seu histórico de crédito para conseguir condições mais favoráveis, acessa:

  • Cadastro Consumidor Positivo (site)
  • Cadastro Positivo Boa Vista (site)
  • Cadastro Positivo Serasa (site)
  • Cadastro Positivo SPC Brasil (site)

Há muitas maneiras de melhorar seu crédito, mas nem todas são soluções rápidas. A melhor maneira de melhorar seu crédito é construir seu histórico e score aos poucos e com calma ao longo do tempo. Quanto mais você diversificar seu crédito, melhor, mas lembre-se de que solicitar muito crédito ao mesmo tempo pode afetar negativamente sua pontuação.

— Ficar sem pagar seu compromissos financeiros destrói sua pontuação e reputação de crédito junto aos maiores credores do Brasil.

Cuidados para quem tem restrição com os golpes do empréstimo

Os golpes feitos pela Internet são mais propensos a atingir pessoas que estão com restrição ou negativadas. Geralmente os fraudadores alcançam aquelas que estão mais desesperadas para obter logo um empréstimo pessoal e sair da dificuldade temporária o mais rápido e urgente possível.

Se este é seu caso, é importante que você tenha cuidado quando estiver procurando por um empréstimo pessoal com restrição, saiba exatamente com quem você esta negociando para evitar ser enganado.

Alguns golpes comuns incluem a exigência de pagamento antecipado para liberar o valor do empréstimo imediato.

As supostas empresas criam taxas e regras para tentar sacar o dinheiro do seu bolso antes de liberar a quantia solicitada — essa forma de agir é quase sempre fraude, uma vez que credores legítimos nunca pedem adiantamento de dinheiro para liberar qualquer tipo de crédito ou financiamento.

Desconfie de qualquer credor que lhe peça para depositar dinheiro antes que você receba o valor pedido na solicitação, também daqueles que pressionam você para agir imediatamente. Os credores confiáveis e seguros jamais pedirão que você transfira dinheiro para conta deles ou de terceiros (para pessoas físicas).

Se você acreditar que um credor que você contatou pode não ser o que parece, é importante que você entre em contato com os órgãos da lei.

Bom, não se esqueça de sempre manter as expectativas realistas e que sua opção de empréstimo escolhido caiba dentro da situação financeira atual. No empréstimo sem consulta e com restrição você não receberá as taxas de juros mais justas ou mais baixas, contudo, conseguirá o dinheiro que precisa no momento certo.

Se você não pode solicitar um “crédito consignado com desconto em folha de pagamento”, os juros mais altos sem dúvidas serão uma das opções de conseguir a quantia que deseja emprestar.

Para terminar, não tenha receio de usar a criatividade para arrumar dinheiro, nem sempre pedir um empréstimo vai resolver sua situação, pense que há outras maneiras de conseguir dinheiro para suprir suas necessidades.

Empréstimo pessoal com fiador

empréstimo pessoal com fiador opção para alternativa financeira
O fiador de empréstimo ou avalista é usado quando existe a possibilidade de obter uma quantia de dinheiro emprestado mas o mutuário é inelegível.

Mas… E quando você precisa de um empréstimo pessoal e o credor pede um fiador como garantia? Caso você esteja pensando em convencer alguém de ser seu fiador para contratar um empréstimo pessoal, há alguns fatores que você deve entender bem antes de concluir o seu pedido deste tipo de operação.

Vamos abordar algumas das grandes questões que envolve a modalidade de crédito mais polêmica que existe. Inclusive abordaremos quando é que faz sentido ser um fiador ou apresentar um ao banco ou instituição financeira. Vai saber também porque os credores oferecem empréstimo pessoal com fiador. E, ainda quais alternativas existentes, continue lendo.

  • Quando se devo usar um fiador?
  • Onde obter empréstimos pessoais com fiador?
  • O que é ser responsável por um empréstimo de terceiro?
  • Qual tipo de empréstimo precisa de fiador?
  • O que é preciso para se tornar fiador de empréstimo?
  • O que é necessário para um empréstimo com fiança?
  • Avalista ou fiador?

Quando devo usar um fiador para fazer um empréstimo?

Existem algumas situações e circunstâncias em que faz sentido usar um abonador para solicitar o seu empréstimo pessoal:

  • Quando a pontuação de crédito é muito baixa (qualquer pontuação abaixo de 500)
  • Quanto o contratante tem pouco ou nenhum histórico de crédito para ser aprovado
  • Quando sua comprovação de rendimento é baixa ou variável
  • Quando esta a pouco tempo no emprego
  • Quando sua relação dívida/renda é acima do mínimo exigido, 30/35%

Pontuação de crédito baixa ou sem histórico de crédito

Ter uma baixa pontuação de crédito ou nenhum histórico de crédito geralmente significa uma rejeição automática para a maioria dos empréstimos pessoais, quantas vezes você já ouviu alguém disser que tinha o nome limpo, sem restrições mas não conseguiu o empréstimo solicitado.

Se você nunca teve um cartão de crédito, carnê de crediário ou solicitou um empréstimo, há uma chance de não ter histórico suficiente para produzir uma pontuação.

Mesmo com bancos e financeira online com exigências mais flexíveis, você precisará ter pelo menos um pequeno histórico de crédito suficiente para produzir um score para aprovação na análise, e essa pontuação varia de credor para credor mais para dar mais chances para você, o ideal é se inscrever no:

  1. Cadastro Consumidor Positivo (site)
  2. Cadastro positivo Boa Vista (site)
  3. Cadastro positivo Serasa (site)
  4. Cadastro positivo SPC Brasil (site)

Se cadastrando nesses sites para manter um cadastro positivo, você com certeza tem a chance de aumentar em muito as possibilidades de ser encontrado com mais facilidades pelos credores e financiadores de dinheiro e crédito pessoal.

Renda baixa ou histórico com pouco tempo de emprego

Outro fator que pode impedi-lo de ter a aprovação de um empréstimo imediato é o rendimento baixo e o tempo no emprego. Isto é particularmente verdadeiro para quem tem emprego recente ou para pessoas que comprovam renda mas ela é variável (ou seja, autônomos, freelancers, empreiteiros, trabalhadores baseados em comissões, cooperados etc.).

As instituições financeiras se aproximam mais facilmente de mutuários que possuem uma renda estável e comprovadamente alta o suficiente para suportar o pagamento do empréstimo pelo tempo determinado pelo contrato do empréstimo pessoal.

Analise rendimento versus dívidas

Mesmo que você esteja se candidatando para fazer um empréstimo de consolidação de dívidas, os emprestadores não querem que os contratantes estejam muito com a renda mensal muito comprometida com dívidas e outros compromissos financeiros superiores ao permitido por lei. Extra oficial, vamos limitar ao máximo de 40% estourando.

Este requisito que restringe o comprometimento da renda, serve também para medir sua capacidade de pagamento. Se o índice de dívidas versos renda for muito alto, há um risco maior do credor sofrer com pagamento atrasados e inadimplência.

Digamos que sua renda mensal seja de R$ 3.000. Você tem uma hipoteca de imóvel, um crédito de automóvel e alguns empréstimos pessoais, que somados chegam a R$ 1.600 por mês. Sua relação dívida/renda seria de 54%, quando na verdade deveria ser R$ 1050/1200 no máximo.

Essa combinação de fatores significa quase sempre uma reprovação da sua solicitação ou em muitos casos, uma taxa de juros muito alta se você for aprovado em um empréstimo para negativado ou empréstimo sem consulta de crédito.

Nesses casos, ter um fiador a disposição melhoraria as probabilidades de aprovação e garantiria uma taxa de juros mais baixa se seu fiador tiver crédito bom na praça.

porque procurar um fiador para empréstimo pessoal

O que procurar em um fiador

Como grande parte dos bancos e financeiras consideram parte fundamental a pontuação de crédito e elegibilidade, sub entende-se que ao tomar uma decisão de pedir um empréstimo, as informações do seu fiador precisará:

  • Tenha um histórico de crédito de bom a excelente
  • Alguns anos ou mais de histórico de crédito
  • Renda compatível para o montante solicitado
  • Ter estabilidade no emprego ou comprovar renda estável

Ufa! Quanta coisa. Mais uma coisa, você deve conhecer bem o seu fiador e ele confiar em você o bastante — porque? Simples, ele ou ela é quem estará colocando o nome ou passivo deles como garantia para você.

Normalmente, as pessoas procuram fiadores de empréstimos entre os seus familiares, parentes e especialmente cônjuges e aos pais.

Onde obter empréstimo pessoal com um fiador

A maioria dos bancos privados, algumas financeiras e cooperativas de crédito permite que você apresente um fiador ou avalista para conceder um empréstimo pessoal. Em muitos casos, você e o fiador precisarão ser clientes do banco.

Existem alguns bancos, como o Banco do Brasil, Caixa Econômica, Bradesco, Itaú e Santander que permitem que um fiador ou avalista seja garantidos de um empréstimo pessoal sem ser um cliente do banco.

— Por outro lado, não é muito difícil encontrar uma empresa, site ou credor online que permita fazer empréstimo pessoal sem burocracia – na verdade, basta um pesquisa simples que encontramos um punhado deles oferendo de crédito pessoa física ao consignado em folha.

Fiador do FIES para financiamento estudantil

O fiador é uma figura sempre importante quando alguém não consegue ser elegível ou quando a modalidade do empréstimo ou financiamento exige a apresentação de um. E o momento de contratar o financiamento do Governo Federal para estudante – você poderá precisar de um fiador.

O FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) é um programa do Governo Federal que ajuda estudantes brasileiros dando os recursos para entrada em cursos superiores por todo o país. Com ele, cidadãos de baixa renda financiam sua graduação pagando parcelas a longo prazo e juros muito baixos cobrados após a formação.

Quem vai disputar uma vaga na faculdade ou universidade com o financiamento federal, o FIES para ser mais específico, precisa enfrentar a burocracia de sempre para formalizar o empréstimo. O fiador surge nesse momento, mas esse é assunto para um artigo completo.

Alternativas ao fiador para empréstimos pessoal

Se conseguir um fiador não é a sua melhor opção, recomendamos considerar o empréstimo pessoal para negativado, o empréstimo entre pessoas (peer-to-peer), o financiamento em sites de crowdfunding, o empréstimo com familiar, penhor e em última instancia, emprestadores particulares – agiotas!

Empréstimo garantido com imóvel ou veículo

Muitas instituições de crédito e cooperativas permitem que seus membros contratem um empréstimo pessoal com garantia de imóvel ou veículo. Normalmente, o montante do empréstimo aprovado é uma porcentagem do valor total do bem avaliado.

Embora a garantia oferecida para pegar o empréstimo pessoal libere o dinheiro solicitado, não isenta do riscos de crédito.

O imóvel ou veículo garante a qualificação para liberação do empréstimo que será muito mais fácil e ainda terá taxas de juros menores, porém, o bem garantido se torna do credor (bancos, financeira ou cooperativa) até o final do reembolso total do dinheiro emprestado.

Fiador profissional para empréstimo

Recapitulando: “Fiador é um indivíduo que se torna responsável por outra pessoa para o cumprimento do pagamento de crédito utilizado ou dinheiro emprestado em empréstimo pessoal ou financiamentos caso ele não pague.”

Nos casos de operação financeira envolvendo dinheiro o fiador é acionado para pagar os reembolsos em atraso, no entanto, a maneira mais comum de ser fiador é para fazer a locação de um imóvel ou para financiar um automóvel.

Para os credores que concedem o crédito solicitado, a figura do fiador vem a calhar pois ele será o garantidor da dívida se a mesma não for paga – o fiador será ajuizado pela dívida – a empresa cobrará do fiador o empréstimo com juros, multas e outras taxas.

Por ser um serviço sem dúvidas necessário e procurado, você encontra muitas empresas supostamente especializadas em oferecer serviços de fiador profissional. Ou seja, quem precisa de fiador mas não tem com encontrar um, eles fornecem um fiador profissional para isso.

 Nota : Ao necessitar de um fiador para empréstimo, aluguel de imóvel ou comprar um carro, não importa, essa operação quase sempre acaba mal, então procure meios mais dentro da lei do que contratar um fiador de aluguel.

Empréstimo pessoal online

Não está oculta das pessoas que os bancos e instituições de crédito querem clientes com bom histórico, excelente pontuação e renda alta, contudo, muitas empresas de empréstimos online operam de maneira diferente com outros tipos de exigências.

Alguns credores têm requisitos que ignoram a pontuação de crédito, o relatório com restrições no Serasa e SPC, e outros, exigem apenas que o contratante comprove renda ou tenha um trabalho estável etc.

Com a gama enorme de categorias, modalidades e tipos de empréstimo, dificilmente você precisaria de um fiador para conseguir empréstimo até R$ 3.500 por exemplo. Os emprestadores online estão cada vez mais se esforçando para o tomador de crédito encontrar um bom negócio ao pedir dinheiro emprestado.

Empréstimo sem fiador ou com fiador?

Conseguir alguém que tenha que ser responsável por você não é algo que soa bem na própria mente. Pedir o endosso geralmente é considerado um dos piores recursos para quem contrata um empréstimo, e para quem será o fiador do empréstimo.

óbvio que é melhor conseguir dinheiro sem fiador. Em primeiro lugar, porque você terá que pedir para alguém fazer isso por você. Em segundo, porque não são todas as pessoas que conhecemos que querem ou que podem ser fiadores.

Portanto, são algumas barreiras as ser superadas para obter o montante necessário, além de todo o processo burocrático que envolve você e a pessoa que fará a fiança para seu pedido de empréstimo. O melhor mesmo é você ser e responsável por todos os seus atos e responsabilidades financeiras.

Por isso recomendamos que você comece conhecendo os melhores emprestadores online como: a Crefisa, Simplic, MoneyMan, Noverde, FinanZero, Ferratum, Creditas e muitos outros aqui no Grana Smart.

Como tirar um empréstimo pessoal agora!

tirar um empréstimo pessoal agora

A maioria dos empréstimos pessoais que estão sendo oferecidos na internet, em geral não pedem nenhuma garantia para avaliação e aprovação do crédito, isso ocorre por várias razões. Uma vez que a modalidade é tipicamente da categoria de empréstimos inseguros, você pode pegar o dinheiro, usa como quiser mas não precisa dar bens ou ativos para garantir os reembolsos.

Contudo, o seu perfil de cliente é quem vai definir qual o tipo de crédito ou financiamento pode ou tem acesso para solicitar. No caso dos empréstimos garantidos, ou seja, você precisa entregar um bem ou ativo, incluímos:

  • Garantia de imóvel: sua moradia ou imóvel rural ou comercial é a garantia
  • Garantia de automóvel: seu carro ou veículo é entregue como garantidor do crédito
  • Penhor: bens de valor como jóias, relógios de ouro e utensílios valem dinheiro
  • Consignado: o salário ou contra-cheque serve como garantia de pagamento
  • Antecipação de recebíveis: duplicatas, cheques, cartões, título ou papel valoroso
  • Hipoteca e crédito imobiliário: comprando um imóvel ele fica alienado ao credor

Existem dezenas de categorias, modalidades e tipos de empréstimo pessoais para servem solicitados em lojas, agências, sites online e aplicativos de crédito pelo celular, para você resta saber qual deles tirar.

Como exemplo: quando você faz um empréstimo automóvel, o empréstimo é “garantido” porque está ligado a garantia que é o veículo. Se você parar de fazer os pagamentos, o credor tem a opção de tomar o carro para saldar a dívida.

Uma hipoteca funciona da mesma maneira, só que a garantia é uma casa ou imóvel. Tirar um empréstimo pessoal não requer esses tipos de garantia. Portanto, é dívida não garantida, sem garantia ou não consignada.

Como você pode tirar um empréstimo pessoal?

Tirar um empréstimo pessoal ou consignado é relativamente fácil na maioria dos credores que estão dispostos em conceder crédito em dinheiro. Há muitos credores para escolher, começando com os mais tradicionais que são:

  1. Bancos privados, financeiras e cooperativas de crédito
  2. Sites de correspondentes bancários, fintechs e plataformas multi-bancos
  3. Emprestadores alternativos peer-to-peer e financiamento coletivo com crowdfunding
  4. Credores particulares como agiotas e sociedade de empréstimos

Além dessas opções, há sites de empréstimos online que facilitam a avaliação e aprovação de empréstimos pessoais dos mais variados tipos e categorias, bem como instituições financeiras estritamente online que operam da mesma maneira que os bancos tradicionais e que estão dominando a cena.

Na maioria dos casos, para tirar um empréstimo pessoal leva apenas alguns minutos para preencher o formulário e mais alguns para ter o dinheiro emprestado em parcelas de médio e longo prazo. Muitos credores, mas não todos, irão pedir documentos que comprovam sua renda, conta bancária e outros ativos mensais permitem o solicitante pagar o reembolso do seu empréstimo sem dificuldades.

Embora existam muitos emprestadores, nem todos tem condições de oferecem um empréstimo pessoal com condições adequadas, por diversos motivos os juros e prazos são travados em quantias que não satisfazem por elevar o custo da operação a níveis insanos. Então, sua meta é se concentrar em credores que facilitam e não naqueles que estão especulando. Exemplo:

Fazer um empréstimo pessoal online sem garantia e ter que esperar até cinco dias para colocar as mão no dinheiro.

Se você quer saber se você se qualifica para alguma modalidade de empréstimo pessoal de qualquer credor parceiro, clique no botão “Eu quero receber Novidades”, preencha um pequeno aplicativo com poucas perguntas gratuitamente.

Botão

O que precisa para ter a aprovação de um empréstimo pessoal?

Hoje em dia para conseguir a aprovação de um empréstimo pessoal, o fator ter bom crédito e relatório de crédito limpo não é mais a chave mestra para conseguir dinheiro emprestado. Ter bom crédito e nome limpo dá mais chances de obter melhores condições para negociação e taxas mais baixas.

Para quem está negativado por exemplo e não se enquadra como beneficiário do INSS, é Servidor público ou militar, geralmente vai encontrar um pouco mais de resistência para se qualificar em determinadas categorias de financiamento de dinheiro e bens. Quando não há garantia, o credor assume um risco maior e os bancos têm muita dificuldade em compor essas negociações por causa da credibilidade.

Alguns financiadores irão aprovar um candidato apenas com base em sua credibilidade, enquanto que outros querem comprovar de renda e outros fatores simples que ajudaram entender se vale a pena para eles emprestarem ou não.

Nesse cenário, pessoas com restrição conseguem contratar empréstimo pessoal sem consulta ao SPC e Serasa sem problemas, mas devem esperar pagar taxas de juros bem mais altas.

Quanto dias leva para liberar um empréstimo pessoal?

Após a aprovação acontecer, o que pode demorar alguns minutos ou dias, isso depende da modalidade do empréstimo solicitado, do intermediador e do banco credor, além claro, dos dados e informações prestadas pelo solicitante no momento de enviar o formulário.

Se você se inscrever em uma instituição financeira pessoalmente, especialmente um com o qual você tem uma conta corrente ou outro histórico financeiro, eles podem transferir os fundos para sua conta na hora ou no mesmo dia que seu empréstimo for aprovado. A taxa de juros e valor da parcela do empréstimo varia consideravelmente, caso a caso.

Se for pela internet através do empréstimo pessoal online, há muitas empresas de crédito que realizam a operação em minutos, tudo 100% online e sem qualquer envio de papelada — empréstimo sem papel —, o dinheiro é transferido para a conta no mesmo dia dependendo do horário da solicitação, no máximo no próximo dia útil.

como tirar um empréstimo pessoal online agora

Como tirar um empréstimo pessoal pela Internet?

Absolutamente é verdade, muitas das melhores empresas de empréstimo, taxas de juros e termos para solicitar dinheiro emprestado estão agora disponíveis em instituições financeiras que só têm presença online, ou seja, trabalham 100% focadas na internet.

Para tirar um empréstimo pessoal, primeiro é preciso obter a pré-aprovação, pelo menos alguns dos maiores credores online em operação, antes de decidir para quem emprestar, eles fazem uma avaliação sistemática de dezenas ou centenas de dados para compor quais prazos e taxas serão aplicadas em um determinado – usam até Inteligência Artificial e Big Datas.

Para tornar isso mais fácil para você, muitas empresas com presença online possuem ferramentas de comparação de empréstimo gratuitamente para o usuário ver várias cotações de vários credores com um único aplicativo ou acesso online.

Ao fazer um empréstimo online, a aprovação preliminar normalmente exigirá uma verificação de crédito e o preenchimento de um formulário. Para prosseguir com o processo do pedido do empréstimo, espere o retorno pelo próprio aplicativo ou tela de computador, e-mail ou telefone.

— Por incrível que pareça, ainda tem credores que precisam de envio pelo correio de documentos adicionais, comprovante de renda, identificação e comprovante de residência, se você tiver pressa em tirar o empréstimo, esquece!

Um empréstimo pessoal pode ser usado para qualquer coisa?

Já mencionamos isso brevemente, contudo, o dinheiro liberado por empréstimos pessoais em geral podem ser usados ​​para qualquer finalidade pessoal ou uso comercial. Vale mencionar que alguns tipos de empréstimo são liberados apenas para finalidade pré-determinadas e todo processo de aprovação está baseado nessa primícia.

Se puder leia…

Os prós e contras de um empréstimo pessoal, conteúdo muito esclarecedor.

Um dos usos mais comuns para a contratação de um empréstimo é a consolidação da dívida. Isso permite que o mutuário unifique todos os pagamentos em apenas, serve também para reduzir a taxa de juros mais caras ou liquidar completamente uma dívida.

— Outras razões para fazer um empréstimo pessoal são pagar contas médicas, fazer pequenas melhorias e reformas na casa, financiar férias, pagar o financiamento ou empréstimo para cirurgia plástica ou bancar um festa de casamento, etc, etc.

Quais são as taxas comuns ao tirar um empréstimo pessoal?

Empréstimos pessoais, muitas vezes vêm carregado de taxas que elevam o custo do crédito. As duas taxas mais comuns são os juros e o imposto federal (IOF), que são porcentagem aplicadas sobre o valor principal emprestado.

Tem ainda taxas que funcionam como penalidades: multas por atraso, mora e encargos destintos, que são cobrados do contratante caso o pagamento do empréstimo não seja feito no dia do vencimento.

Ao fazer a comparação para tirar um empréstimo pessoal, olhe além da taxa de juros e certifique-se de entender como está o seu relatório de crédito e quanto você poderá acabar pagando a mais se escolher um credor inadequado.

Empréstimo de dinheiro? Encontre 10 lugares para fazer o seu!

empréstimo de dinheiro
Quer encontrar empréstimo de dinheiro com aplicação fácil. Conheça 10 formas de conseguir dinheiro com taxas excelentes. Nós podemos ajudar!

Para que você precisa de empréstimo em dinheiro? Quer comprar um carro, pagar as mensalidades atrasadas da faculdade, pagar o aluguel do mês ou a parcela pendente de um compromisso financeiro? Tem que quitar sua dívida urgente com um agiota?

Ou apenas precisa de dinheiro para aquentar até o próximo mês? Saiba que você não está sozinho.

Atualmente, milhares de brasileiros estão com algum tipo de empréstimo pessoal em andamento. Depois do cartão de crédito, responsável pelos 76,4% do endividamento das famílias, vêm os carnês de crediário, com 16,6% e, em seguida, o crédito pessoal, que responde por 10,4% do endividamento.

Percebeu que os empréstimos é apenas uma parte do endividamento. Quanto ao prazo do endividamento, o tempo médio de atraso para o pagamento de dívidas está em 64,4 dias.

Como brasileiros natos, o endividamento parece estar circulando no sangue, a grande maioria não pode comprar uma casa ou um carro novo à vista, e muitos nem financiado com empréstimos.

Apesar de parecer simples, emprestar dinheiro envolve três fatores que não podem ser deixados de lado: é arriscado, é demorado e emocional e você deve tomar todo cuidado para não pegar dinheiro demais e não poder pagar.

No entanto, saber exatamente a quem recorrer na hora de pedir um empréstimo de dinheiro, irá ajudá-lo escolher a melhor empresa de empréstimo, e tomar a melhor decisão quanto as suas necessidades financeiras.

Se você acha que precisa de dinheiro emprestado para arrumar a bagunça que anda as suas finanças, abaixo tem 10 lugares que você deve conhecer..

10 formas de obter um empréstimo pessoal

1. Bancos Nacionais

Os banco mais conhecidos do pais, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Bradesco, Itaú e Santander não é possível que você não tenha ouvido falar deles todos os dias em todo lugar. Esses bancos fazem divulgação seus programas de crédito e ofertas de empréstimo pessoal em quase todos os meios de comunicação e informação.

Aqui está uma lista com número e código dos bancos nacionais, financeiras, cooperativas e corretoras que estão operação no momento vendendo produtos e serviços financeiros.

Na verdade, você é ou já pode ter sido um cliente de uma dessas cinco instituições, o que torna ainda mais fácil pegar um empréstimo pessoal ou crédito para seu negócio.

Não são apenas nos grandes bancos que você consegue dinheiro emprestado, existem também os bancos online que oferecem uma variedade de serviços e produtos de empréstimo na âmbito nacional.

Porque pedir emprestado: Bancos de grandes porte disponibilizam inúmeras opções, que incluem uma variedade de prazos (duração), taxas de juros, incentivos fiscais, isenção, ofertas especiais e muito mais. É provável que você encontrará um empréstimo pessoal que funcione bem para o que você precisa.

Além disso, os bancos privados nacionais também entregam benefícios e recursos adicionais e convenientes, como: pagamento de contas online, limites de crédito para saque, empréstimo pré-aprovados e possuem atendimento ao cliente 24 horas por dia, 7 dias por semana para ajudá-lo.

Porque não pedir: Em grandes bancos como os citados não significa que você terá a melhor taxa de juros ou o melhor atendimento e serviço, pode ser enrolar na ura eletrônica ou ser atendido por um atendente bancário inexperiente.

O atendimento por telefone, muitas vezes não são tão flexibilidade para conceder exceções nos termos e regras e/ou são obrigadas a seguir políticas de crédito rígidas sobre sua pontuação de crédito e seu perfil de cliente. Você pode se encontrar em apuros se precisar conseguir um empréstimo pessoal estando negativado no Serasa ou SPC.

2. Financeiras nacionais

As atividades de uma financeira assim como a dos bancos é muito importantes dentro do cenário econômico brasileiro. Normalmente faz a intermediação na compra e venda de ativos financeiros como cartões, crédito pessoal, empréstimo para empresas, investimentos, crédito direto ao consumidor etc.

Os empréstimos pessoais comumente oferecidos por financeiras são usados ​​para consolidação da dívida, despesas médicas, projetos pessoais, reforma da casa e financiamento de automóveis. As financeiras consideram fatores tradicionais para avaliação e aprovação, como histórico de crédito, pontuação e score, relação dívida/renda, perfil de consumidor.

Existem muitas financeiras no Brasil, abaixo listamos as que consideramos mais conhecidas:

  • Crefisa Financeira
  • Financeira Losango
  • Omni Financeira
  • PortoCred Financeira
  • Porto Seguro
  • Midway – Riachuelo
  • Financeira Pernambucanas
  • Financeira Alfa

Taxas de juros: a taxa de juros aplicados em empréstimos por financeiras em média inicia com 15%, pode ser mas que isso, algumas financeiras podem cobrar por um empréstimo pessoal online até 21%, principalmente para quem está negativado e com restrições no nome.

Exemplo de empréstimo: Para um cliente com nome no SPC, um empréstimo para negativado sem garantia de R$ 3.000 com um prazo de reembolso 12 meses a 16,05% ao mês, custaria mensalmente o pagamentos de R$ 589,28 sem os imposto IOF e outras taxas, de acordo com a calculadora de empréstimo pessoal do GranaSmart.

Dinheiro rápido: O interessante das financeiras online é que você pode completar o cadastro de solicitação em sites ou aplicativos de celular e receber a pré-aprovação de 5 a 10 minutos. Depois de tudo concluído, a liberação do recurso em dinheiro é liberado no mesmo dia, no outro ou até 48 horas dependendo da financeira.

O prazo de financiamento varia de acordo com o valor, a liberação do dinheiro de acordo com a hora que foi enviado a inscrição. A demora para enviar o cadastro com números de documentos, self e assinatura necessárias para a solicitação, influência no tempo de aprovação.

Pontuação de crédito : Os contratantes de empréstimos em financeiras, em geral, são aprovados sem consulta ao Serasa e SPC, são livres da pontuação de crédito, essa é uma características que beneficiam credores com nome sujo.

Opção de crédito ao consumidor: Você também pode solicitar um crédito auto para financiar um automóvel, o carro fica como garantia. Tal como acontece com qualquer financiamento com garantia, se você não fazer os pagamentos em dia do empréstimo, você pode acabar perdendo seu veículo e o dinheiro pago por ele.

3. Cooperativas de crédito

As cooperativas de crédito estão se tornando um meio alternativo de conseguir dinheiro emprestado fora dos bancos. Normalmente, as cooperativas possuem sede na comunidade local, essa é uma ótima maneira de apoiar pessoas físicas, pequenas empresas locais que precisam de recursos financeiros com custo baixa.

Porque pedir emprestado:  As cooperativas oferecem crédito com taxas de juros mais baixas que os bancos nacionais e financeiras. Outra enorme vantagem é a localização, sempre tem uma perto de você, caso queira falar com um especialista basta ligar na cooperativa que você é associado.

Muitos associados, ao precisar de dinheiro, preferem o toque pessoal de uma cooperativa de crédito por terem muito mais flexibilidade ao fazer suas solicitações de empréstimos.

Porque não pedir: Deseja pagar seu boleto online ou verificar o andamento status dos pagamentos? Sua cooperativa pode não fornecer essa opção com cooperativas por não usar essa tecnologia. As cooperativas tem alguns limites quanto a produtos e serviços financeiros oferecidos aos associados, além de liberar montantes menores. Certifique-se de que sua cooperativa de crédito possui site e sistema online.

4. Credores online para emprestar dinheiro rápido

Fazer um empréstimo pessoal vestido de pijama! Pois é, você pode obter um empréstimo rápido em um site, plataforma ou aplicativo de crédito online — às vezes o dinheiro emprestado esta na conta em horas ou no dia útil seguinte. No entanto, seja cauteloso antes de pedir o dinheiro.

Porque pedir emprestado: É rápido, fácil e seguro na maioria dos credores. Mais um detalhe, você não precisa fazer muito mais do que colocar suas informações na tela do computador ou do celular e esperar pela aprovação. Também é uma boa alternativa se você tiver crédito ruim, já que muitos desses credores estão preparados para aprovar empréstimo sem consulta, quem está com crédito ruim ou não tem nenhum histórico de crédito.

Porque não pedir: Eliminando credores online de empréstimo consignado, alguns deles podem cobrar taxas de juros insanas. Em alguns casos, você pode se encontrar pagando uma taxa anual de 493,27% – ou mais. Uma vez nesse ciclo de dívidas, pode ser difícil sair com as taxas e custos sempre acumulando. Em muitos casos, é melhor você esgotar outras opções primeiro.

5. Empréstimos peer-to-peer (P2P)

Um tipo de empréstimo online que está crescendo dia a dia de mansinho é o empréstimo peer-to-peer lending. Você solicita um empréstimo e outras pessoas, não bancos ou financeiras. Você paga os juros e o saldo devedor de volta para os emprestadores.

No Brasil houve nos últimos anos um pequena explosão de empresas de crédito voltados ao empréstimo peer-to-peer, inclusive com abertura tanto para investidores quanto para interessados em fazer pedidos de empréstimo pessoais com facilidades diferenciadas, o juros fica entre 4% e 8% dependendo do credor.

Porque pedir emprestado: As taxas de juros para os empréstimos P2P são geralmente acessíveis, além de fornecer dinheiro emprestado para diferentes perfis de clientes. Os prazos variam entre doze e trinta e seis meses, tornando excelente essa opção para quem estiver procurando por empréstimo é pode pagar mais rápido.

Empresas como a Biva e a Nexoos estão fornecendo para pessoas e empresas, um jeito mais fácil de encontrar o financiamento adequando quando financeiras e bancos tradicionais não são capazes de atender.

Porque não pedir:  Embora os credores P2P afirmem que ajudam as pessoas a evitar os bancos tradicionais, a realidade existe todo um processo de avaliação, aprovação e angariação do fundos.

Na verdade você “pode acabar” pagando uma taxa de juros igual ou maior que nos bancos. Além disso, em poucos casos, se as pessoas no sistema decidirem não ajudá-lo no financiamento do seu empréstimo, é possível que o solicitante acabe não recebendo nenhum, ou seja, de voltar à estaca zero.

6. Empréstimo com aposentadoria ou pensão

Ter uma pensão ou aposentadoria ou pensão recebida pelo governo federal, além de ser uma fonte de renda mensal, também é uma maneira justa de conseguir dinheiro emprestado com condições realmente insuperáveis.

Aposentando e pensionistas do INSS podem entre outras pegar até 9 empréstimo descontados na folha de pagamento. Essa modalidade se chama: empréstimo consignado, as parcelas podem ser de até 72 vezes liquidadas diretamente pelo sistema previdenciário e reembolsado ao banco ou credor do empréstimo até terminar o contrato.

Você receber aposentadoria ou pensão da previdência, você poderá usar até 30% da renda com empréstimos e 5% com gastos no cartão consignado, outro benefício desta categoria de consumidores.

Porque pedir emprestado: tecnicamente você está fazendo um adiantamento de dinheiro pagando juros por esta antecipação. As taxas de juros são as melhores da categoria, de 0,99% a 2,8%, ou seja, bastante competitivas. Esses empréstimos em consignação são uma boa alternativa para obter crédito barato, inclusive para consolidação de dívidas mais caras.

Porque não pedir: o valor da parcela será subtraído da sua aposentadoria e pensão, é removido automaticamente os recurso do seu benefício. Você não consegue pagar parcelas antecipadas se tiver dinheiro sobrando. Dependendo de outras dívidas que o aposentado ou a(o) pensionista tiver, compromete o orçamento financeiro.

empréstimo de dinheiro com adiantamento

7. Adiantamentos de dinheiro

Cartão de crédito: Vamos dizer que você precisa de um empréstimo urgente para lidar com uma emergência que requer acesso a dinheiro financiado. Nesse caso, você pega o seu cartão de crédito, vai ao caixa eletrônico, e solicitar um adiantamento com saque em dinheiro, em segundos terá acesso ao dinheiro vivo.

Limite do cheque especial: Vamos supor que você passe pela mesma situação do parágrafo acima e precisa de dinheiro rápido, na sua conta bancária tem um limite pré-aprovado de x valor disponível para usar a qualquer momento, basta passar no débito automático que tudo está resolvido.

Porque pedir emprestado: É um método de conseguir empréstimo imediato e eficiente para adiantar dinheiro quando é a única coisa a ser feita é esta.

Porque não pedir: na maioria dos casos, os juros e as taxas de um adiantamento em dinheiro são maiores do que um empréstimo pessoal ou empréstimo pré-aprovado. Além disso, você pode ser cobrado com taxas adicional. Isso tornar toda a operação mais cara. No entanto, ainda pode ser mais barato do que obter um empréstimo online para negativado ou com pegar dinheiro com agiotas.

8. Empresas com financiamentos privados

Precisa de um sofá ou um carro novo, mas não sente vontade de passar por todo o processo que um banco exige? Atualmente você encontra empresas que vendem itens caros fornecendo financiamento e empréstimos próprios para a compra.

As concessionárias de automóveis são excelentes exemplos oferecendo o crédito para auto, mas muitos outros varejistas e comerciantes oferecem variados tipos de financiamentos. Pense em lojas de móveis e grandes lojas de magazines que concedem crédito pessoal, cartões de crédito ou outras ofertas de financiamento quando você compra TVs, máquinas de lavar, geladeiras e computadores etc.

Porque pedir emprestado: você já está comprando deles, então poupe o esforço e obtenha o empréstimo ou cartão de crédito instantâneo no local. Esses credores também podem oferecer descontos sobre o preço ou nenhum interesse por longos períodos de tempo se você se qualificar.

Porque não pedir: contratar empréstimo pode exigir um esforço que realmente pode ou não valer a pena. Como essas empresas são os intermediários, você não consegue comparar taxas e condições de outros concorrentes, ou seja, você não será capaz de escolher o melhor negócio em outro lugar.

Além disso, a pessoa com quem você está negociando provavelmente não é um especialista em empréstimos, mas sim um vendedor de loja com noções básicas.

9. Credores alternativos de empréstimos

Ter um histórico com movimentações financeiras limitado e relatório de crédito com apontamento negativos como inadimplente, torna suas opções especialmente difícil.

Quando surgem momentos de urgência repentina, você pode ter se colocado em uma posição desesperadora. É aí que entram os credores alternativos. Usando um adiantamento de dinheiro você consegue empréstimos sem muita dificuldade a curto prazo.

Mas se nem essa possibilidade você tem acesso, então só resta vender coisas que você não usa mais ou tentar encontrar um agiota online para pedir algum dinheiro emprestado mesmo sabendo que os juros são extremamente altos.

Porque pedir emprestado: quanto todas as suas opções estão limitadas mas exigem uma pequena quantia de dinheiro (geralmente até R$ 3.000). Para falar a verdade essa é a única razão pelas quais você deve considerar credores alternativos para solicitar empréstimo. E, mesmo assim, pense duas vezes.

Porque não pedir: nesses tipo de credor é cobrado com taxas de juros escandalosas. O prazo médio do empréstimo é de quatro semanas (um mês) com taxa acima de 14.551% ao ano ou mais. Mesmo para pequenos empréstimos de apenas algumas centenas de reais podem se tornar quantias inacreditáveis, uma vez que grandes taxas de juros são aplicadas.

10. Financiar dinheiro com pais e amigos

Você pode não estar interessado em fazer um empréstimo do “Banco da Mamãe” ou no “Banco do Papai”, mas, para aqueles que estão em apuros, pedir emprestado aos amigos e familiares em geral, ainda é uma solução para concertar problemas causados por desordem financeira.

Porque pedir emprestado: esses são os “melhores empréstimos que você pode encontrar”, pois não tem termos e condições por escrito ou documentados, não cobra qualquer juros sobre o principal e o prazo de devolução é renovável (mesmo que haja juros será apenas para correção).

Porque pular: Diz um ditado que: “Dinheiro, família, amigos e parentes não se misturam” — nem preciso falar as razões. Deixar de pagar os pagamentos das parcelas do empréstimo pode levar a ressentimento, brigas e desacordos causando prejuízo irreversíveis aos relacionamentos.

Opções de empréstimo que podem funcionar para você

Todos nós já estivemos nessa situação: as contas precisam ser pagas, não há onde tirar dinheiro, mas é precisa de recursos financeiros rápido.

Felizmente, com a grande variedade de opções disponíveis atualmente, você pode encontrar os melhores lugares e as melhores empresas para conseguir um empréstimo que atenda às suas necessidades.

Quando solicitar um empréstimo, certifique-se de estar preparado e pronto para não tomar bandeiradas vermelhas, fique atento as ofertas com altas taxas de juros nos empréstimos e a inflexibilidade de alguns credores. Sempre compare e pesquise bastante para achar o melhor lugar para pedir seu empréstimo.

Relatório de crédito porque é tão importante?

porque o relatório de crédito é importante
Você pode obter o seu relatório de crédito através dos três principais agentes de crédito acessando os sites online gratuitamente.

Por que meu relatório de crédito é tão importante? Simples, nele você, empresas do comércio e instituições de crédito tem acesso a diversas informações relacionadas ao seu crédito que poderá dizer se você é um bom ou mal pagador.

Além de ser útil para o credor e o consumidor, o relatório apontar todas os registros de relatam que ele é bom pagar, mas também como negativado, relacionando os pagamentos não concluídos ou deixados para trás.

O que é relatório de crédito?

Relatório de crédito: é um informe (extrato) de registros de crédito que pode ser solicitado pelos cidadãos em qualquer das três principais agências de crédito existentes no Brasil a, Serasa Experian, SPC Brasil (SCP), na Boa Vista (SCPC) e TransUnion. No relatório de crédito constam todas as informação e movimentações negativas sobre seu comportamento no mercado financeiro.

Em tempos atrás esse relatório era liberado apenas com a ida da pessoa pessoalmente nas agência, felizmente agora é possível ter acesso a uma cópia gratuita em cada uma das três principais agências de crédito.

Basta se cadastrar nos sites online. No relatório de crédito o credor também tem acesso a suas informações financeiras, e de posse delas, você poderá ou não conseguir crédito pessoal ou financiamento no comércio em geral.

Normalmente os dados são:

  • Pendências financeiras
  • Cheques sem fundo (CCF)
  • Protestos nacionais
  • Dívidas vencidas
  • Ações executivas cíveis e fiscais
  • Recuperações judiciais e falências

Credores, instituições de crédito, empresas e lojas analisam seu relatório quando você:

  • Contrata empréstimo pessoal em um banco
  • Adquire bens de consumo financiado
  • Solicita cartões de crédito
  • Pede um emprego
  • Faz um seguro

Quando você solicita serviços ou produtos financeiros, a empresa ou credor quer saber se você paga suas contas em dia. Também querem saber se você deve dinheiro a outras instituições, quando você foi consulta e quanto está devendo etc.

Muitos credores usam essas informações contidas do seu relatório de crédito para decidir se vai conceder mais crédito, liberar empréstimos, conceder cartões de crédito, aprová-lo na vaga de um emprego ou ao fazer um seguro de carro etc.

O que significa ter “bom crédito”?

Algumas pessoas têm crédito bom — pontuação acima de 701. Algumas pessoas têm crédito ruim — pontuação baixo de 400. Outras não têm nenhum histórico de crédito. Quanto as empresas, elas vêem tudo isso no extrato com suas informações. Muitas ações diferentes acontecem com base no seu tipo de crédito:

O que significa: Eu tenho bom crédito

Que significa? Eu tenho bom crédito

— Eu pago minhas contas em dia
— Eu não tenho grandes dívidas

  • Eu tenho mais opções de empréstimo
  • É mais fácil conseguir cartões de crédito
  • Eu pago taxas de juros mais baixas
  • Eu pago menos por empréstimos e cartões de crédito
O que significa: Eu não tenho bom crédito

Que significa? Eu não tenho crédito bom

— Eu não pago minhas contas em dia
— Eu tenho muitas dívidas para pagar

  • Eu tenho menos opções de empréstimo
  • É mais difícil conseguir cartões de crédito
  • Eu pago taxas de juros mais altas
  • Eu pago mais por empréstimos e cartões de crédito
O que significa: Eu não tenho nenhum crédito

Que significa? Eu não tenho nenhum crédito

— Eu nunca pedi dinheiro emprestado a banco ou financeira
— Eu nunca tive um cartão de crédito

  • Eu não tenho opções de empréstimo bancário
  • É muito difícil conseguir cartões de crédito
  • Eu pago altas taxas de juros
  • Empréstimos e cartões de crédito são difíceis de obter e custam muito

Todas as informações que importam estão no seu relatório de crédito.

Por que solicitar meu relatório de crédito?

Uma razão importante para obter o seu relatório de crédito é saber quais credores você está devendo, encontrar registros indevidos, possíveis erros e corrigi-los:

  • Você pode encontrar informações de registros não retirados da relatório
  • Você pode pesquisar por informações de crédito de dívidas antigas
  • Você pode encontrar débitos não feitos por você — roubou sua identidade

As informações do seu relatório ajudarão você saber se poderá obter um empréstimo pessoal, um cartão de crédito, um emprego ou um seguro, ou qual empréstimo pedir baseado nesse relatório.

Se tiver alguma informação errada, você pode corrigir possíveis erros. Se as informação não estiverem corretas — ao consertar o erro, você pode melhorar sua pontuação de crédito.

Onde consigo meu relatório de crédito gratuito?

Você pode conseguir seu relatório de crédito gratuitamente e sem custos. Para isso você deve se cadastrar no Serasa link, no SPC Brasil ou no Boa Vista link, todas essas agências de crédito disponibilizam o seu relatório e também a pontuação atualizada.

Você recebe um relatório gratuito de cada empresa, isso significa que você recebe três relatórios. Vale mencionar que podem haver variações de informações entre as três agências, por isso é bom fazer a comparação entre elas.

relatório de crédito gratis no serasa, spc e scpc

O que devo fazer quando receber meu relatório de crédito?

Seu relatório de crédito tem muita informação. Verifique se estão corretas, se o seu nome e endereço e dados cadastrais estão corretos? Verifique os registros para reconhece as contas que listadas.

Entre em contato com os credores listados para negociar e pagar as pendências etc.

Você pode escrever para a empresa que forneceu o relatório solicitando a correção de informações desatualizadas. Pode ser necessário enviar uma prova de que as informações estão erradas – por exemplo, uma cópia de acordo ou contrato, uma fatura que mostra as informações corretas.

Em geral, basta entrar em contato com o credor ou empresa que consta no relatório que eles mesmo pedem as agências para retirar os registros negativos.

Como eu melhoro minha pontuação de crédito?

Leva um pouco de tempo para melhorar seu crédito, principalmente se ele estiver na linha do credito ruim (pontuação baixa). Mas, o primeiro passo é limpar qualquer registro negativo que conste no seu relatório.

Listamos algumas maneiras de ajudar você a reconstruir seu crédito.

  • Pague todas as suas contas pendentes negociando as dívidas com os credores
  • Se cadastre no no Cadastro Positivo e comece informar seus dados de crédito
  • Pague suas contas na data de vencimento. Essa é a coisa mais importante que você pode fazer
  • Reduza a quantia que você deve, especialmente em seus cartões de crédito
  • Não faça ou tenha muitos cartões de crédito se você não precisar de todos eles
  • Não cancela seus cartões de crédito antigos, eles ajudam no seu score e pontuação de crédito

Faça tudo isso, aguarde alguns meses para verifique qual a evolução do seu relatório de crédito.

Como funciona o score da pontuação de crédito?

Sua pontuação de crédito é um número relacionado ao seu histórico de crédito.

  • Se sua pontuação de crédito é alta, seu crédito é bom
  • Se sua pontuação de crédito é baixa, seu crédito é ruim
  • Se tem registros de inadimplência você está negativado

Existem diferentes níveis de pontuações de crédito. Cada empresa de relatórios de crédito cria seu próprio método de avaliação para pontuar. Os intervalos pode ser diferentes, mas geralmente vai de cerca de 0/300 (baixa) a 750/1000 (alta).

Às vezes, uma agência pode dizer que a pontuação é gratuita. Mas há casos de cobranças, ou oferecimento de outros serviços relacionados a crédito, inclusive – pasmém, oferecimento de empréstimo para negativado e outros tipos.

É muito importante saber o que está no seu relatório de crédito pelo menos a cada seis meses. Se o seu relatório for bom, sua pontuação será boa. Você também pode decidir se vale a pena pagar obter seu relatório de crédito completo, ou seja, com todos os tipos de informações possíveis.

Como sair da dívida tendo pouco dinheiro

como sair da dívida mesmo tendo pouco dinheiro
Se você está com dívidas ou entrando vermelho aprenda como sair das dívidas sem sacrifícios insanos mas tendo o controle todas das finanças. Leia o artigo…

Sair das dívidas com pouco dinheiro parece o sonho de toda pessoa que busca encontrar uma forma de equilibrar suas finanças. Embora saibamos que alguns tipos de dívidas, como uma hipoteca do imóvel que você mora, possa ajudar a construir riqueza ao longo do tempo quando administrados com sabedoria, estar profundamente endividado pode ser estressante e desanimador.

Felizmente, é possível para todas as pessoas sair do aperto de suas dívidas. Claro que isso não vai acontecer da noite para o dia — pode levar tempo, tem que haver planejamento e talvez alguma ajuda profissional, mas pagar seus encargos e débitos é simplesmente possível.

Seguir estes passos vai ajudá-lo a sair da dívida, e fazer você permanecer com as finanças livre para no futuro construir um bom crédito, aumentar a pontuação e ter score de dar inveja, a longo prazo – não se iluda!

Para começar o processo…

Liste tudo o que considera divida

Para pagar tudo o que você deve, primeiro você precisa saber exatamente quais e quanto são:

  • Faça uma lista de todos os compromissos financeiros: Inclua seu empréstimo imobiliário (hipoteca), empréstimo do veículo, empréstimo estudante, crédito pessoal, limite especial e outros tipos de financiamentos, carnês de crediário e faturas do cartões de crédito etc.
  • Para os empréstimos, anote a taxa de juros, o saldo devedor, a modalidade do empréstimo e o valor do pagamento mensal
  • Para cartões de crédito, anote a taxa de juros, o saldo devedor total, o valor da fatura mensal e o vencimento
  • Para cheque especial, anote o juros cobrado no período e quanto de saldo negativo esta vinculado a sua conta bancária

Se não tiver certeza que listou todas as contas em aberto, especialmente aquelas que podem estar em atraso ou como inadimplente, você pode verificar seu relatório de crédito gratuito solicitando ao Serasa, ao Boa Vista SCPC ou ao SCP Brasil. O relatório mostrará quais credores incluiram você como devedor.

Em geral as pessoas sequer tem motivação para anotar todas as dívidas com medo de saber o verdadeiro montante que esta devendo, outras ao fazer as anotações, acham que a divida é tão alta que não conseguirá pagar. No entanto, para se livrar de dívidas, por um período de tempo o endividado precisa desapegar de muitas coisas que ele adora mais o leva para o buraco.

Sair com os amigos para barzinhos e viajar todo feriado prolongado as custas do cartão de crédito ou do cheque especial não vai resolver os problemas com as dívidas.

Decida quanto você pode pagar por mês

Para liquidar parte dos débitos acumulados, existem alguns passos importantes que você necessariamente precisa tomar. Faça uma outra lista. Nesta, inclua todas as suas despesas mensais que não estão relacionadas a dívidas financeiras, liste os custos com mantimentos, contas de consumo, água, energia, telefone fixo e celular, teve a cabo, gastos com gasolina, aluguel, condomínio, entretenimento, academia, vestuário, etc.

Alguns desses valores podem variar de mês para mês, por isso é uma boa ideia levar em conta a média mensal dos meses. Por exemplo, para obter uma média para sua conta de eletricidade, some o total dos seis meses de contas e depois divida a soma por seis. Esse é o seu custo médio de eletricidade nos últimos meses.

Esta lista representa as despesas básicas que você deve pagar todo mês. Agora, compare esse valor com sua renda mensal. Considere apenas o dinheiro que você recebe liquido após pagar os impostos e outras deduções do salário. Subtraia as despesas totais de sua renda mensal.

Se a quantia que sobrar depois de pagar essas contas básicas e necessárias é menor do que a quantia que você precisa para pagar a sua dívida de compromissos financeiros e débitos, você precisará agir.

Você pode escolher…

  • Reconsidere suas despesas. Procure encontrar meios reduzir gastos, cortar despesas e parar gastar com futilidades e coisas desnecessárias. Por exemplo, se você come fora, vai muito ao cinema, gosta de doces e bolos, cortar essas coisas pode economizar dinheiro que você pode usar para pagar as dívidas.
  • Considere consolidar as dívidas. Um empréstimo para consolidação de dívidas permite-lhe unificar múltiplas dívidas com juros elevados, cartão de crédito com saldos, limites em atraso, em uma única dívida com juros mais baixos. Reduzir as despesas com juros pode facilitar a realocação de mais dinheiro para outros pagamentos.
  • Aumente sua renda. Com certeza essa ação ajudará ter mais dinheiro para pagar as dívidas. Você pode conseguir um segundo emprego, vender água no farol ou produtos e utensílios que não precisa usa. Procure um emprego que pague mais.

Se a quantia que sobrou depois de pagar as despesas básicas for maior do que o valor mínimo que você precisa pagar para sua dívida, decida quanto dinheiro adicional você gostaria de reservar para pagar a cada mês. Lembre-se, quanto mais você puder pagar acima do mínimo, mais rápido será capaz de saldar seus deveres e obrigações.

Reduza suas taxas de juros

As altas taxas de juros podem fazer com que sua dívida cresça rápido, especialmente se você tiver endividado com o cartão de crédito. Quando você está pagando muito juros, pode ser difícil pagar o saldo principal.

Aqui estão alguns tipos comuns de dívida com juros mais altos e algumas dicas sobre como reduzir os juros que você paga em cada uma delas:

Cartões de crédito

Você tem algumas opções para reduzir as taxas de juros do cartão de crédito:

  • Você pode ligar para o emissor do seu cartão de crédito para pedir a eliminação de taxa anuais e juros mais baixos. Se você tem um bom histórico de pagamentos com eles e uma boa pontuação, eles podem concordar em reduzir algumas taxas por pelo menos um período de tempo, ou até mesmo permanentemente.
  • Um empréstimo de consolidação da dívida pode ser outra maneira de reduzir suas taxas de juros, uma vez que empréstimos desse tipo normalmente cobram juros mais baixos do que os cartões de crédito.

Como ficar livre da dívida mesmo tendo pouco dinheiro

Empréstimos no limite bancário

Enquanto certos tipos de empréstimos pessoais podem ter taxas de juros baixas, e outros um tanto quanto insanos, os empréstimos com limite bancário tem taxas de juros intermediários, nem caro e nem barato, contudo, pode não ser nada agradável se você não devolver o valor emprestado dentro de no máximo 10 dias.

Se o seu limite é alto e você é daqueles que gastam sem olhar para o saldo devedor, em pouco tempo os juros aumentaram bem rápido.

Você deve ficar em dia com a sua dívida com banco fazendo um parcelamento desta dívida, caso não consiga reduzir o pagamento bruto você terá de ser capaz de obter um empréstimo em outra instituição para consolidar estes encargos bancários.

Você pode solicitar um empréstimo de consolidação de dívida de um outro banco ou outra instituição financeira que combine seus empréstimos e outras dívidas, como a dívida de cartão de crédito.

Empréstimo para liquidação de dívidas

Se você está procurando ajuda para lidar com taxas de juros mais altas e dívidas difíceis de administrar, você pode estar se perguntando se a liquidação total da dívida não é uma boa opção para você.

Algumas empresas de oferecem modalidades especiais de empréstimos com taxas tão baixas que vale a pela pegar contratar essas modalidades, pegar o dinheiro e realizar a liquidação da dívida de uma só vez. Com dinheiro na mão, basta negociar com os credores os descontos da quitação.

A liquidação total de dívida pode tornar mais fácil para você reorganizar sua vida financeira, controlar suas finanças e colocar seu CPF em ordem tirando ele da lista de devedores caso esse seja o seu caso – ter o nome limpo facilita o crédito.

Sempre que você paga pelos menos uma parcela das demais de uma renegociação, ou paga o valor total devido ao credor, ele tem até cinco dias para retirar a informação negativa do seu relatório de crédito. Informações que o torna negativado, contribui para a perda de crédito na praça e reduz a pontuação de crédito.

Procure por organizações que fazem o aconselhamento de crédito para poder ajudá-lo a entender melhor as táticas para gerenciamento e reduzir da sua dívida individual, incluindo a criação de uma planilha para cumprimento do plano.

Pague suas contas e dívidas em dia a cada mês

Pagar todas as suas contas em dia, no vencimento a cada mês é uma das melhores coisas que você pode fazer pelo seu nome, pela finanças e pelo crédito. Tome medidas necessárias que garantam que você se lembre de pagar seus compromissos financeiros dentro do prazo esperado.

Ao configurar os pagamentos para que sejam feitos automaticamente ou com lembretes de pagamento por meio de seu banco, isso irá garantir que você nunca perca o vencimento de nenhum pagamento que gere encargos e multas, ou mais juros.

Se você está percebendo que está tendo problemas para manter todas as suas contas em dia e acompanhar quais os pagamentos devem ser completados, algumas ações simples podem te ajudar, inclua:

  1. Um novo empréstimo para unificar e consolidar suas dívidas permitirão que você substitua vários pagamentos mensais em um único.
  2. Um plano de gestão da dívida reduzirá o número de pagamentos que você precisa se lembrar todos os meses.
  3. Uma consultoria ou um conselheiro de crédito irá negociar com seus credores para ver se eles aceitarão taxas de juros menores, algumas isenções de taxas ou a liquidação do valor com descontos.

Naturalmente, você não precisa da ajuda de um profissional, coach ou consultor de crédito para criar seu próprio plano para administrar suas dívidas mensais. Existem várias maneiras de pagar dívidas:

  • Pegue dinheiro extra para pagar os débitos e despesas com taxas de juros maiores. A longo prazo, isso reduzirá o total de juros.
  • Pegue dinheiro extra para pagar as faturas do cartão de crédito ou parcele o valor do saldo com seu banco ou na administradora do cartão. Você será capaz de pagá-lo mais rápido.
  • Primeiro, lide melhor com as dívidas que geram mais impacto ao seu bolso e na sua vida pessoal para evitar cobranças e o aumento de juros sobre o valor do principal, além de risco de perda de bens como no caso da hipoteca.

Seja responsável e inteligente

Se você está trabalhando para pagar suas dívidas atuais, é importante não prejudica todo o seu esforço assumindo novas dívidas. Evite a tentação de pedir um novo empréstimo pessoal ou gastar com cartão que possui limite livre, se fizer isto, irá apenas aumentar sua dívida e prejudicar ainda mais a sua situação.

Cada vez que você saldar uma dívida com sucesso, no próximo mês coloque o dinheiro extra liberado para pagar mais de suas outras contas pendentes. Nos meses em que você ganha mais dinheiro, fora o da renda prevista, ou suas despesas cotidianas ficaram menores, faça o dinheiro trabalhar para você, faça sempre pagamentos adicionais para acabar com suas dívidas.

E se você ainda precisar de ajuda?

Às vezes a dívida é grande demais, e você tem medo de não conseguir pagar tudo o que deve. Bom, você tem algumas opções de último recurso, incluindo um plano de gerenciamento da dívida.

Um dos grandes erros de muitos devedores é deixar as dividas, compromissos financeiros e financiamentos sem garantia ficarem para trás. O problema não é tão grande quando se trata de empréstimo sem garantia, mas quando falamos de hipotecas e financiamentos com bens como garantia ai a corda pode apertar o pescoço.

Dependendo do tipo do empréstimo pessoal deixado pra trás, as informações como negativado permanecerão no seu relatório de crédito por 3 ou 5 anos, se for para o cartório, ficará por muitos anos. Pode não valer muito a pena deixar as dívidas caducarem.

Você pode ter todas as suas dívidas eliminadas ao fazer um empréstimo com garantia ou um empréstimo consignado que possui taxas de juros menores que 2,5%, se não puder, encontre um bem de valor, uma joia por exemplo e faça um penhor como forma de conseguir dinheiro emprestado.

Nunca deixe de fazer um plano para pagar pelo menos parte de sua dívida.

Uma vez que você estiver livre de todas as dívidas, pendências financeiras com credores e com nome limpo, comece a reconstruir seu crédito. Continue praticando boas práticas de crédito e gestão financeira das finanças.

Pague todas as suas contas e compromissos no vencimento e evite deixar saldos no cartão de crédito pagando somente o mínimo no mês e sempre terá meios e formas sem burocracia de conseguir dinheiro emprestado.