GranaSmart » Revista » Empréstimo com Penhor: Como funciona? Onde fazer?

Empréstimo com Penhor: Como funciona? Onde fazer?

Mas, afinal, o que é o Penhora ou Penhor de bens? Descubra tudo sobre o empréstimo com penhor na Caixa e com lojas de penhores particulares. Tenha crédito sem burocracia.

Empréstimo com penhor de bens da Caixa e lojas de penhor

O penhor para pegar um empréstimo é a apresentação de um bem de valor que é entregue para uma instituição como garantia de pagamento.

Que o empréstimo pessoal rápido é uma modalidade de financiamento de dinheiro muito utilizado nos dias atuais é fato. E.. dentro dessa categoria existem diversas opções e classificações diferentes que visam aproximar cada vez mais daquelas pessoas que precisam ter acesso ao crédito de forma rápida, sem muita complicação, até mesmo para quem está negativado e está com restrições no nome.

Nesse cenário, o empréstimo com penhor de bens — ainda que pouco conhecido e divulgado — faz parte de uma dessas alternativas que estão disponíveis no mercado. A categoria é, assim como todas as outras, totalmente independente, ou seja, possui as suas próprias regras de concessão e custos operacionais.

Portanto, conhecer essa modalidade com mais precisão é algo fundamental para se relacionar com esse tipo de financiamento para saber solicitá-lo da forma correta.

De modo geral, o penhor para empréstimo representa a apresentação de um bem de valor que é entregue para uma instituição como garantia de pagamento.

Ficou interessado no assunto, mas não sabe como funciona?

Neste artigo abordaremos quais as principais características e informações relacionadas ao empréstimo com a penhora de jóias, bens e objetos de valor. Continue a leitura até o final para entender muito mais sobre este meio sem burocracia de conseguir dinheiro emprestado com muita facilidade!

Mas, afinal, o que é o penhor ou penhora de bens?

Como falado anteriormente, essa modalidade de empréstimo pessoal é muito utilizada por pessoas que possuem bens de valor e deseja utilizá-los na garantia da quitação do financiamento. Esses bens podem ser diversos objetos — desde que possuam um valor considerável — sendo eles, principalmente compostos por joias, relógios e utensílios de ouro, automóveis e imóveis de todos os tipos.

Essa linha de crédito tem o intuito de ceder uma parte do valor solicitado pelos clientes que procuram taxas mais baixas. A ideia é reduzir o custo total das operações do empréstimo e se livrar de toda burocracia que geralmente são maiores no mercado aberto das finanças. Portanto, com a contrapartida da penhora, as instituições se sentem mais seguras, pois não estarão com 100% do risco de prejuízo no caso de inadimplência.

Como funciona o empréstimo com penhor?

Para conseguir esse tipo de empréstimo pessoal, os interessados devem procurar uma das agências bancárias ou instituições financeiras que disponibilizam este serviço. De modo geral, é preciso estar de posse dos bens pessoais que deseja penhorar e também estar munido de documentos pessoais como RG, CPF e comprovante de residência.

Cada estabelecimento financeiro possui os seus próprios critérios para determinar o valor de cada bem apresentado. Nesse sentido, pontos como o valor da grama do ouro, o estado de conservação dos objetos e a qualidade das peças são critérios utilizados na hora da avaliação.

Ao final dessa etapa, o crédito referente ao valor do empréstimo com penhor é liberado na mesma hora. Como se trata de haver um bem como garantia de pagamento, não existe a necessidade de uma avaliação de crédito e também não são exigidos avalistas para garantir que operação seja aprovada.

Tipos de empréstimo com penhor como garantia

Ter uma garantia é algo que ajuda conseguir um empréstimo de dinheiro. Quando pedimos emprestado uma quantia de dinheiro, concordamos com um empréstimo com penhor (em algum lugar nas letras miúdas), ou seja, seu credor pode tomar algo que você penhorou e pode vendê-lo para obter o dinheiro de volta se não haver o empréstimo combinado em contrato.

Entenda como funciona o empréstimo com penhor

Por ter garantia, possibilita ao solicitante obter grandes volumes de empréstimos e melhora consideravelmente as chances de obter aprovação se não estiver conseguindo um empréstimo por meios convencionais. Quando você promete dar uma garantia ou penhor, o credor assume menos risco, o que significa que você também pode pagar menos juros.

Podemos considerar penhor o:

  • Penhor com garantia de bens valiosos – joias, relógios, peças de ouro etc
  • Penhor com garantia de ativos, títulos e ações
  • Penhor com garantia de recebíveis
  • Penhor de maquinários e equipamentos
  • Penhor de investimentos
  • Penhor com garantia de apólices de seguro
  • Penhor de objetos de valor e colecionáveis
  • Penhor com pagamentos futuros de clientes (recebíveis)

Quais são os valores liberados e custo envolvidos?

Os valores que correspondem ao empréstimo com penhor tem uma tendência de alcançar cerca de 85% do preço do objeto utilizado como garantia. No entanto, dependendo da instituição, é possível que o valor liberado seja de até 100%. Por isso, vale a pena fazer uma pesquisa sobre os critérios de cada uma.

Além disso, o pagamento é bastante flexível, afinal, ele pode ser feito em uma única parcela dentro de um período de até seis meses ou ainda pode ser distribuído em parcelas de no máximo 60 vezes. Assim, os interessados em penhorar seus objetos de valor podem escolher a melhor forma de saldar o débito.

Os juros dessa operação podem ultrapassar o índice de 2% ao mês. Em situações onde o cliente não consiga quitar os débitos dentro dos prazos estabelecidos em contrato, os atrasos acabam gerando taxas ainda mais altas e o objeto em garantia pode estar sujeito a ser leiloado e vendido em um leilão organizado para este fim.

Onde pedir empréstimo com penhor de bens?

Atualmente no Brasil é possível encontrar diversas casas de penhor articulares. Porém, a mais procurada para esse tipo de operação financeira sem dúvidas é a Caixa Econômica Federal. A Caixa é a instituição bancária mais tradicional que realiza o empréstimo com penhor.

No entanto, é possível realizar esse tipo de empréstimo em muitas outras instituições menos conhecidas. Mas, nesse caso, é válido que os clientes consultem antecipadamente sobre a regulamentação das instituições escolhidas para evitar problemas futuros.

Quais as vantagens e desvantagens do penhor como empréstimo?

Uma das principais vantagens para quem esta procurando empréstimo deste tipo, passa diretamente pela rapidez e desburocratização em que ele é liberado para seus clientes. Além disso, as taxas de juros mais baixas são altamente atraentes, tendo em vista o mercado de inflações altíssimas.

É vantajoso pela falta de exigências na hora de avaliar a liberação dos valores também é outro ponto bastante positivo para quem está em busca de um empréstimo, melhor que fazer um empréstimo com cartão.

Qual o valor concedido com o penhor?

Outro ponto que merece destaque sobre esse tipo de financiamento é o valor concedido no empréstimo. Assim, dependendo do preço do bem a ser penhorado, a realização de um sonho pode sim estar mais próximo de se concretizar. No entanto, essa também acaba se tornando uma desvantagem, afinal, para conseguir um empréstimo de valor considerável é preciso dispor desse objeto.

Dependendo do valor do bem colocado no penhor, pode até ser possível realizar uma consolidação de dívidas e pagar pendências financeiras que possuem juros mais altos.

Outra desvantagem desse tipo de negócio é que, apesar de existirem muitos locais habilitados, ainda sim é muito difícil encontrar uma instituição sólida no mercado que transfira segurança para os seus clientes na hora de entregar seus bens. Ademais, existem taxas de juros e mesmo sendo mais baratas podem dificultar o pagamento e levar o proprietário a perder o seu objeto.

Penhor é uma opção útil para obter empréstimo?

Portanto, podemos concluir que o empréstimo com penhor é uma opção útil e vantajosa para aquelas pessoas que estão passando por um momento de dificuldade financeira ou ainda precisam resolver algum assunto emergente que necessita de investimentos não disponíveis.

Entretanto, vale salientar que essa operação requer muito estudo antecipado para evitar surpresas desagradáveis, vale pesquisar mais sobre os prós e contras do empréstimo pessoal com penhora, somente assim, você pode ficar mais tranquilo sabendo dos riscos e das vantagens.

Compartilhe conosco as suas ideias sobre isso e, quem sabe assim, ajude aos demais leitores a conhecer alguém que já viu na prática como funciona este processo.

Empréstimo com Penhor: Como funciona? Onde fazer?
Média 4.639 votos

No GranaSmart, aderimos aos rigorosos padrões de integridade editorial para ajudá-los a tomar decisões com segurança. Alguns dos produtos que apresentamos são de nossos parceiros. Entenda como ganhamos dinheiro.

Dê a sua opinião!

1 0

Deixe uma resposta