Empréstimo com garantia ou sem garantia?

Confira todos os pontos chaves para entender melhor sobre empréstimos com garantia e sem garantia nesse artigo completo..

“Uma das razões para o empréstimo pessoal ser uma forma popular de conseguir dinheiro emprestado é devido o crédito ser sem garantia. Por outro lado, o que você acha do empréstimo com garantia, seria uma boa ideia para reduzir as taxas de juros?”

Bem, isto depende. Se um empréstimo pessoal com ou sem garantia é ideal ou não, depende de vários fatores, incluindo seu orçamento financeiro, sua renda e sua situação financeira atual.

Vamos discutir aqui quais os benefícios das modalidades “sem garantia e com garantia” para chegarmos a um veredicto antes de tomar a decisão final de solicitar uma das modalidades.

O que é empréstimo com garantia?

Um empréstimo com garantia é um tipo de crédito que necessita que uma garantia seja dada para cobra o valor emprestado no caso de inadimplência do tomador do empréstimo. Esse tipo de empréstimo sempre terá um ativo, bem ou propriedade que representa a garantia para o credor.

O que significa? Se você deixar de pagar algumas parcelas consecutivamente, ou seja, acabar por deixar de cumprir completamente os pagamentos de reembolso do empréstimo por pelo menos três meses, o credor ou banco é capaz de cobrar a garantia que você colocou, usando todos os meios legais cabíveis.

O que é empréstimo sem garantia?

Empréstimo sem garantia é uma linha de crédito aprovada sem a necessidade de oferecer nenhuma garantia. Em vez de prometer ativos, os mutuários se qualificam com base em score, rating, histórico de crédito e principalmente a renda.

Nesta linha de empréstimo, os credores não têm o direito de tomar nenhum bem físico como (um imóvel ou veículo), quando os contratantes deixarem de fazer pagamentos, os credores tem que se virar para reaver o dinheiro.

Qual a importância do seu CPF e da renda em um empréstimo?

Seu crédito: Os credores notadamente verificam seu CPF no Serasa, SPC e outros órgãos para saber se você está com seus compromissos em dia com outros credores. Com base nas informações contidas em seus relatórios de crédito, um sistema inteligente cria uma pontuação de crédito (score), que é um dos fatores para avaliar sua elegibilidade e reputação como consumidor.

Para obter um empréstimo sem garantia, você precisará ter o nome limpo e renda compatível. Se uma pessoa está saindo de uma recuperação de má fase financeira e deixou muitas inscrições negativas no passado, pode demorar um pouco até reconstruir um bom crédito e ter acesso total aos produtos e serviços financeiros, de bancos e instituições creditícias.

Sua renda: A grande maioria dos credores querem ter certeza que você tem um salário ou renda suficiente para pagar qualquer novo empréstimo que decidirem aprovar em seu nome. Quando você solicita um empréstimo pessoal (sem garantia ou com garantia), os credores pedem comprovação de renda, independente da sua pontuação ou score.

A renda é uma dos fatores mais importantes na aprovação de um empréstimo pessoal, consignado ou financiamento.

Para demostrar comprovação da sua renda, você precisa apresentar:

  • Holerites
  • Contra-cheques
  • Recibos de pagamento
  • Declarações fiscais, IRPF ou Decore
  • Extratos bancários e/ou contratos de aluguel

Provavelmente um ou outro comprovante pode não ser aceito em alguns financiadores, no entanto, todos fornecerão uma comprovação de renda suficiente para ser aceito o seu pedido. Mas, não acabou por aí, em seguida, os credores irão avaliar e calcular a sua (relação dívida vs. renda), para decidirem se você é capaz de reembolsar as parcelas sem dificuldades ou não.

Agora vamos ver quais os benefícios de cada tipo de empréstimo — com e sem garantia, pode no afetar.

Benefícios de um empréstimo pessoal com garantia

Parte positiva: Geralmente, qualquer empréstimo com garantia tende a baixar as taxas de juros a níveis abaixo dos 2% a.m. Da mesma forma, é o caso dos empréstimos consignados em folha de pagamento, inclusive para assalariados.

Isso ocorre porque o risco de inadimplência é reduzido para o credor quando um mutuário entrega uma garantia, seja, bem imóvel ou móvel, títulos, ouro, jóias, objetos ou artigos de valor.

Empréstimos pessoais com garantia, empréstimos garantidos ou ainda (home equity), conhecido como “empréstimo com garantia de..“, o de.. pode ser qualquer coisa, no caso do home equity é um imóvel, mas pode ser um veículo também.

Podemos falar do consignado? Nessa modalidade, a garantia é o salário, contra-cheque ou benefício do solicitante. O mais interessante no empréstimo com garantia, com exceção da hipoteca, é que a linha de crédito pode ser uma boa opção para pessoas com restrição no nome e com CPF negativado.

Ao dar uma garantia para obter o empréstimo, o contratante reduz a possibilidade do credor negar o pedido, consegue boas taxas de juros, abaixo de 2%, e o credor fica seguro caso haja inadimplência do contrato.

Parte negativa: Nem tudo são flores, portanto, em um empréstimo pessoal com garantia, em casos de inadimplência, o mutuário perderá a garantia (ativo, bem ou propriedade), seja ela o que for. Somente há excessão no consignado que não tem como o contratante perder o salário ou o benefício, rsss.

— Seja depósitos fixos, bens tangíveis, propriedade, imóveis, terra ou outros, você pode perdê-los se você não puder pagar o empréstimo.

fazer empréstimo pessoal com garantia ou sem garantia

Benefícios do empréstimo pessoal sem garantia

O principal benefício de um empréstimo pessoal sem garantia é que você não precisa colocar nenhum de seus ativos, bens ou propriedades em risco. Em caso de falta de pagamento, ou seja, de inadimplência, o credor irá simplesmente tomar as medidas legais cabíveis para recuperar seu dinheiro emprestado.

Mesmo não pagando, isso não vai afetar ou por em risco em títulos de propriedade ou bens pessoais.

O empréstimo sem dar nenhuma garantia é benéfico para pessoas com objetivos financeiros pouco definidos ou bem definidos, e principalmente para que não tem a quantidade de recursos em dinheiro na mão para realizar um ou outro objetivo.

Para iniciar uma pequena empresa ou negócio?

Por exemplo, se uma pessoa deseja iniciar uma pequena empresa ou negócio, mas não tem uma garantia válida para apresentar ao credor no momento da solicitação do empréstimo, nesse cenário, seria muito difícil ele conseguir iniciar o seu próprio negócio.

Contudo, temos um pequeno problema, no empréstimo inseguro ou sem garantia, as taxas de juros tem um tendência de serem mais altas do que em um empréstimo garantido. Isso acontece por causa do “risco de não pagamento” que aumenta consideravelmente quando não há nada que garanta o dinheiro emprestado pelo credor.

Os bons pagadores pagam pelos maus

Portanto, o componente juros mais alto, significa que serve para cobrir o custo do empréstimo quando há maus pagadores. Na ponta do lápis, os bons pagadores pagarem o preço da falta de pagamento dos devedores, mesmo assim, o credor ainda consegue lucrar muito dinheiro.

Além disso, é importante saber que os “empréstimos pessoais inseguros” ou “empréstimo não consignados“, são mais fáceis de colocar o score e pontuação de crédito em um buraco sem fundo. Para não esquecer, ter uma história de crédito com manchas, é diferente no caso de empréstimos com garantia.

Portanto, a decisão de contrair um empréstimo pessoal com ou sem garantia, depende da sua disposição de honrar o contrato do empréstimo ou não, ainda que acontece um desastre financeiro.

Aumento da busca por empréstimo sem garantia no Brasil

No Brasil os empréstimos pessoais estão se tornando cada vez mais uma opção de financiamento popular para todos os tipos de consumidores de crédito, e continuará a aumentar. Com tantas ofertas disponíveis, entendemos que é preciso saber um pouco mais a respeito das vantagens e desvantagens de cada opção.

Por isso, continuaremos mais um pouco com este artigo para termos uma ideia melhor, ao entendermos como funciona, poderemos fazer escolhas mais acertadas.

Porque um empréstimo pode ser uma boa ideia

  1. Dinheiro liberado para qualquer uso

Entre as muitas vantagens quando liberado um empréstimo pessoal, é que o dinheiro pode ser utilizado para todo tipo de uso pessoal sem ter que prestar contas ao credor. Um empréstimo pessoal oferece a flexibilidade necessária para realizar desejos, projetos e satisfações pessoais.

  1. Melhor maneira de criar histórico de crédito

Um empréstimo de qualquer modalidade sempre será uma das melhores maneiras para criar histórico e aumentar sua pontuação de crédito. Mesmo sabendo que a pontuação de crédito depende de muitas variáveis e fatores distintos entre si, a maioria das atividades financeiras relacionadas com crédito, desempenha um papel importante no aumento do score.

  1. Escolha de modalidades com menores taxas de juros

A flexibilidade que os empréstimos possuem é fora de série, existem muitas categorias, segmentos específicos e linhas de crédito que podem acolher desde os mais abastados, aos credores com as piores qualificações possíveis, desde taxas altíssimas à taxas extremamente baixas. Lembre-se que os juros depende principalmente da qualificação do contratante e de seu status de crédito ex:

  1. Crédito bom ou ruim
  2. CPF com ou sem restrição
  3. Como nome limpo ou negativado
  4. Desempregado ou assalariados
  5. Pensionista, Aposentado ou Servidor Público
  6. Com garantia ou sem garantia

É por isso que é possível conseguir um empréstimo pessoal fácil com o mínimo de papelada, desde que o solicitante esteja qualificado em alguma modalidade de empréstimo oferecida pelos bancos, financeiras e cooperativas de crédito.

  1. Nenhuma garantia é exigida

Um empréstimo pessoal é a forma mais comum para pegar dinheiro emprestado sem ter que dar garantia. A aprovação depende completamente de sua credibilidade e renda. Esta é mais uma das vantagem importantes.

Porque um empréstimo pode ser uma péssima ideia

  1. Taxas de juros muito altas

Uma vez que a aprovação de um empréstimo é inteiramente baseada na credibilidade do contratante, ela, portanto, atrai taxas de juros mais baixas ou mais altas. No entanto, taxas mais altas pode ser evitada se a pessoa tiver crédito bom na praça, e muito altas se a pessoa tiver com restrição e nome sujo, ou seja, negativado.

  1. Critérios rígidos de elegibilidade

Para operações de crédito que envolvem o empréstimo pessoal convencional, os critérios de elegibilidade são muito rigorosos. Geralmente, uma pessoa sem problemas no Serasa/SPC/SCPC e com pontuação acima de (650/700 ou acima), e com capacidade de reembolso suficiente, não encontrará dificuldades. Mas ao contrário disto, pessoas negativadas só tem duas ou três alternativas:

  1. Empréstimo para negativados
  2. Empréstimo com garantia
  3. Empréstimo consignado em folha

3. Comprometimento elevado da renda

Assim como os pagamentos em dia das parcelas do seu empréstimo colabora com o aumentar da sua pontuação de crédito, a falta de pagamento também afeta negativamente, inclusive, tendo apontamentos como devedor em um ou nos três maiores órgãos de proteção nacionais — a coisa complica. Além disso, pode causar dívidas impagáveis e o comprometimento da renda a níveis incontroláveis.

Compare sempre as ofertas de empréstimo pessoal que caibam no seu bolso e compatível com sua renda mensal.

As melhores taxas para empréstimos com garantia de imóvel

Muitos bancos e instituições financeiras no Brasil oferecem o refinanciamento de imóvel, que também é conhecido como “empréstimo com imóvel de garantia“, para termos um pequena ideia desse universo, listamos alguns credores que atuam no mercado por acharmos importante você comparar as condições de cada um deles.

Como em todo tipo de empréstimo, saber escolher a modalidade certa e principalmente o credor com as taxas e condições mais adequadas, ajudará você salvar centenas ou talvez milhares de reais economizando com juros.

Confira abaixo as melhores instituição e suas taxas para o empréstimo com garantia de imóvel.

Instituição Tx. de juros Valor do crédito Prazo de pag.
Barigui 1,22% a.m Empréstimo de até 50% do valor do imóvel 15 anos
Intermedium 1,29% a.m Empréstimo mínimo de R$ 50 mil e máximo de até 50% do valor do imóvel 15 anos
Novi 1,30% a.m De R$ 50 mil a R$ 2 milhões (limitado a 50% do valor do imóvel) 15 anos
BV Financeira 1,50% a.m De R$ 40 mil a R$ 1 milhão (limitado a 60% do valor do imóvel) 20 anos
Banco do Brasil 1,69% a.m De R$ 35 mil a R$ 3 milhões (limitado a 60% do valor do imóvel) 15 anos
Daycoval 1,70% a.m De R$ 50 mil a R$ 1 milhão (limitado a 60% do valor do imóvel) 15 anos
Caixa 1,76% a.m De R$ 20 mil até 50% do valor do imóvel 20 anos
Santander Não encontrado De R$ 30 mil a R$ 2 milhões (limitado a 60% do valor do imóvel) 20 anos
Citibank Não encontrado Mínimo R$ 50 mil (limitado a 60% do valor do imóvel) 20 anos
Itaú Não encontrado Não encontrado Não encontrado
Bradesco Varia conforme análise de crédito Empréstimo de até 60% do valor do imóvel Não encontrado

Pontos chaves para entender melhor sobre empréstimos pessoais

1. Para que finalidade pode ser usado

Empréstimos pessoais são destinados para despesas habituais dos mais variados tipos e afinidades pessoais ou para sacar dinheiro quando surgir qualquer exigência financeira. Você também pode considerar um pedido de empréstimo pessoal para pagar gastos de valores mais elevados, como comprar um casa ou um carro. Pode ser usado para consolidar todas as suas dívidas e débitos.

2. Critério de aprovação e política de crédito

Cada banco, financeira ou credor particular tem seus próprios critérios para aprovar ou reprovar seus candidatos aos empréstimos oferecidos por eles. Vai depender se você é assalariado, autônomo, beneficiário do INSS ou servidor público etc. No entanto, o critério geral inclui a idade mínima, ocupação funcional, renda, capacidade para pagar o empréstimo e o local de residência.

3. Prazo máximo para pagar o empréstimo

A duração máxima de cada tipo de empréstimo varia de acordo com a categoria do perfil de cliente do consumidor e da modalidade escolhida para ser contratada, nesse caso que estamos falando, o prazo pode se estender até 180 meses.

4. Desembolso do montante do empréstimo

Uma vez que o seu pedido de empréstimo seja aprovado, você recebe o dinheiro solicitado uma conta bancária depositado automaticamente, isso significa que pode demorar alguns minutos, como horas ou dias — depende do credor e do sistema bancário.

5. Quanto alguém pode pedir emprestado em um empréstimo?

A quantia que você pode pedir depende da sua capacidade de pagamento e da quantidade de dívida que você já tem descontado em sua renda. Os bancos verificam quais os gastos com outros credores e compromissos financeiros em andamento.

Eles vão comparar o seu salário mensal para o quanto você gasta no pagamento da dívida, caso a relação dívida vs. renda seja alta, isso indicará que você já está superendividado e não poderá arcar com o ônus dos mais pagamentos.

Seu nível de renda atual e dívidas têm uma influência direta em sua capacidade de pagamento. Portanto, se você esta em uma faixa de renda mais baixa, óbvio que será aprovado um valor de empréstimo pessoal de acordo com a porcentagem permitida e que o banco achar mais conveniente.

6. Qual banco ou instituição financeira é melhor para pedir empréstimo?

É bom comparar muitas ofertas de vários bancos diferentes antes de estabelecer qual será o seu credor. No entanto, os principais fatores chaves para considerar a escolha do melhor banco ou financeira para empréstimo, inclue:

  • Quantidade de taxas e juros cobrados
  • Prazo de pagamentos das parcelas
  • Benefícios e vantagens adicionais para concessão
  • Taxas e cobranças adicionais para processamento do empréstimo
  • Tempo de analise, avaliação e aprovação da solicitação
  • Qualidade do atendimento pré e pós venda

Uma boa maneira de escolher o melhor banco ou instituição financeira é solicitar online o seu empréstimo pessoal, em sites ou aplicativos online.

7. Taxa de juros de empréstimo no geral

Empréstimos pessoais são por naturezas próprias diferentes entre si, a grande maioria é sem garantia, portanto, podem ter variações de taxa de juros para cima ou para baixo. Muitos dos principais bancos fornecem empréstimos pessoais a partir de 0,89 % a 26% am mês.

No entanto, sua taxa de juros depende de diversos fatores diretamente ligados à sua credibilidade e ocupação.

Como contratar um empréstimo com imóvel de garantia

#1º Passo. Você entrega a documentação necessária: fale com um gerente Santander para agendar a data de entrega da documentação completa na agência. A relação inclui documentos do cliente, imóvel e da seguradora (se for utilizar do mercado). E você pode solicitar ao seu gerente para acompanhar o andamento do seu processo via e-mail.

#2º Passo. O banco faz a análise de crédito: Após entregar os documentos, o Santander analisará sua capacidade financeira. Entraremos em contato para informar o resultado ou necessidade de documentação complementar. A análise do seu crédito tem validade de 120 dias. Assim você tem mais tempo e tranqüilidade para escolher seu imóvel.

#3º Passo. O banco avalia o imóvel: a vistoria e a avaliação do seu imóvel são feitas pela empresa de engenharia credenciada pelo Santander. Esta avaliação tem por única finalidade o enquadramento da operação. A verificação exata da localização, metragem e eventuais defeitos do imóvel são de responsabilidade dos proponentes.

#4º Passo. Você assina o contrato: a assinatura acontece na agência onde foi iniciado o processo. Neste momento, serão cobradas a tarifa de avaliação de garantia, referente a avaliação do imóvel, e a primeira parcela dos seguros.

Após a assinatura, é necessário fazer o registro do contrato no Cartório de Registro de Imóveis. O valor do empréstimo será depositado em sua conta-corrente em até 05 dias úteis após a devolução de uma via do contrato e a matrícula do imóvel para o banco.

Documentos para solicitar um empréstimo com ou sem garantia

Embora os documentos exigidos variem de uma instituição financeira para outra, alguns dos principais documentos que você deve fornecer com seu pedido de empréstimo pessoal incluem:

  • Comprovar renda (holerite, benefício, contra-cheque, IRPF, Decore..
  • Comprovante de endereço e contatos pessoais
  • Documentos de identidade básicos (RG,CPF,CNH, RNE etc.,)

Processo de aprovação de empréstimos sem garantia ou com garantia

A aprovação da maioria dos empréstimos existentes inclusive os que exigem garantia quanto aos que não precisam de garantia, está nas mãos do credor ou do sistema de análise quando automatizado.

Contudo, em geral a decisão é baseada exclusivamente nos critérios especificados pelo banco, instituição financeira ou órgão oficiais que regem o sistema financeiro. Depois que todos os documentos necessários forem enviados e o processo de verificação for concluído, o empréstimo será ou não aprovado.

Em um cenário onde tudo dá sempre certo, após a aprovação, o dinheiro do empréstimo pessoal com garantia ou sem garantia é depositado na conta no mesmo dia ou 24 horas depois.

Linha de crédito e empréstimo Home Equity

linha de crédito Home Equity para empréstimo
Você sabe o que é “Home Equity”? Home Equity é uma modalidade de empréstimo novo no Brasil usado para conseguir dinheiro usando imóvel como garantia..

Home Equity é um linha de crédito, também conhecido como empréstimo com imóvel como garantia, nessa modalidade você toma dinheiro emprestado e seu patrimônio, casa, imóvel rural ou comercial é usada para garantir o empréstimo pessoal

Com toda certeza haverá momentos na vida em que precisar pedir dinheiro emprestado será á única ou melhor solução. Às vezes pode ser uma emergência qualquer, mas outras vezes pode ser uma oportunidade de negócios ou investimentos.

Seja qual for o motivo, usando uma linha de crédito de Home Equity para obtenção de empréstimo é sem dúvidas uma fonte incrivelmente útil de ter dinheiro para usar em infinitas possibilidades.

O que é Home Equity?

Uma linha de crédito de Home Equity é um empréstimo pessoal que os credores disponibilizam para o mutuário usando um patrimônio que em geral é um imóvel ou a própria casa. Diferente da hipoteca, do empréstimo imobiliário ou crédito à habitação o Home Equity na verdade refinancia um imóvel que já possui.

Quando um imóvel é dado como garantia ele fica a disposição do credor na falta de pagamento.

A linha de crédito de Home Equity que tem crescido no cenário de empréstimo pessoais, funciona da mesma forma que um cartão de crédito, mas com uma taxa de juros muito menor e melhor.

Você pode sacar e usar o dinheiro conforme for necessário, sem incorrer em taxas de retirada de dinheiro uma vez que aprovado o refinanciamento, o dinheiro vai direto para sua conta bancária.

Quanto você pode pedir emprestado usando sua casa ou alguma propriedade como garantia, o valor liberado depende da avaliação do preço de mercado do imóvel, você terá disponível um parte de valor como empréstimo, ex: sua casa vale R$ 1.000.000 de reais, você poderá emprestar até R$ 600.000 se a sua renda permitir parcelas que caibam esse valor como reembolso.

Aqui abaixo tem mais uma explicação..

Como funciona o Home Equity?

Home Equity é uma linha de crédito disponibilizado como empréstimo pessoal no Brasil, é mais conhecida como crédito ou empréstimo com imóvel de garantia. Por aqui as operações estão ficando maduras, mas países como os Estados Unidos e na Europa, essa modalidade de crédito é bem difundida

Equidade é a diferença entre a quantia que você deve em sua casa e quanto vale. Ao solicitar crédito com Home Equity, o banco exige que você obtenha uma avaliação de sua propriedade. Isto é, assim que o credor confirmar o valor de mercado atual vs, o valor da sua casa.

Isso ajudará a determinar quanto de capital você terá disponibilizado garantindo o empréstimo com sua casa e quanto o banco está disposto a emprestar a você.

Algumas características do Home Equity

O Home Equity tem muitas características singulares, uma delas é prazo de reembolso, em geral é feito entre 1 a 15 anos. Como foi se o tempo em que se pagava empréstimo a vida toda, os mutuários tem dado preferência por um prazo intermediário, até 10 anos para devolução do principal mais juros.

O valor do liberado nos pedido de Home Equity são distintos e variados, mas é possível conseguir valores entre R$ 30 mil a R$ 2 milhões, sendo que o valor concedido é limitado a uma parte percentual do valor do imóvel colocado como garantia. O valor liberado em geral é de até 50% do valor da avaliação do imóvel.

Quanto pedir emprestado uma linha de crédito de Home Equity?

Infelizmente, como dito no parágrafo acima, os credores não lhe emprestarão 100% do valor do seu patrimônio. Isto é devido ao fato de que, se por algum motivo você for incapaz de cumprir os reembolsos das parcelas ajustadas a sua renda, há um valor de diferença para lhe dar espaço para o banco não ficar com o prejuízo.

Se necessário, o credor também pode vender sua propriedade para recuperar seus custos e despesas. O credor costuma definir um limite de cerca de 50/60%no modalidade de crédito Home Equity.

Porque solicitar Home Equity (empréstimo com garantia de imóvel)?

Ao apresentar sua propriedade como garantia para conseguir um empréstimo pessoal, o primeiro benefício são as taxas de juros mais baixas do mercado para obtenção de dinheiro a juros, o segundo são os prazos maiores de pagamento.

A taxa média do empréstimo com garantia de imóveis é de 1,15% ao mês ou 16,4% ao ano e 27,2% ao ano comparado ao empréstimo consignado. Com relação empréstimo rotativo no cartão de crédito, cheque especial e do empréstimo pessoal não tem comparação, a taxa anual dessas últimas modalidades informadas começam 132,1% ao ano, segundo dados do Banco Central.

Quais são os prós e contras  do empréstimo Home Equity?

Há ambos, tanto os prós e quanto os contras em usar sua casa ou imóvel patrimonial como fonte para obtenção de crédito. É sempre bom conhecer os dois lados da moeda antes de tomar a decisão de fazer a solicitação.

empréstimo pessoal Home Equity com garantia

Veja a pequena lista com as razões que entendemos que é a favor e também as contra na perspectiva de usar uma linha de crédito de Home Equity no dias atuais.

prós:

  • Você é visto como um mutuário menos arriscado, pois está usando sua propriedade como garantia para o empréstimo.
  • Você terá a aplicação de taxa de juros menor. Isso ocorre porque os credores vão vê-lo como um investimento menos arriscado que a maioria dos outros empréstimo, ex: empréstimo a negativados e com restrição.

contras:

  • A desvantagem de usar uma linha de empréstimo como o Home Equity é que, caso suas finanças fiquem apertadas por qualquer motivo, sua renda recorrente diminuiu ou seus investimentos falharam, você pode arriscar perder a sua casa. No entanto, este é o pior cenário possível.

Por que as pessoas obtêm contratam o Home Equity?

Existem várias razões pelas quais as pessoas podem decidem contratar o Home Equity como empréstimo pessoal. Fizemos uma lista baseada na atualidade com algumas razões mais comuns pelas quais as pessoas escolhem solicitar o Home Equity para obter dinheiro emprestado:

  • Implementação ou Inicialização de negócio
  • Consolidação de dívidas e débito — pagamento de dívidas
  • Investimentos em títulos, papéis e ações
  • Usando como entrada em outra propriedade

E se eu estiver com restrição e negativado no Seara/SCP?

Se você tem um histórico de crédito contanto com negativado e algumas restrições registradas, vai depender do credor ou instituição que estiver analisando sua solicitação.

Assim como tem credores dispostos a não levar em conta as suas restrições, tem aquelas que usam a pontuação e histórico como fator de aprovação. Pesquise qual o credor que aceita a sua condição de crédito do momento.

Outro ponto a considerar é o fato de você ter aplicado uma solicitação em um credor e teve o empréstimo recusado, nada impede você de seguir em frente e fazer uma nova investida em outro credor, no entanto as chances serão menores.

Devo usar um corretor para me ajudar contratar o Home Equity?

Se você já tem um corretor, eles poderão analisar seu perfil e identificar possíveis credores e também problemas no seu cadastro — pode ser uma boa.

No entanto, existem algumas empresas no mercado brasileiro que fazem todo o trabalho pesado para você basta apenas você realizar o cadastro que eles entram em contato e começam o processo, passo-a-passo.

Eles irão ajudar você identificar possíveis problemas e arrumar soluções para que tudo transcorre bem e a operação seja um sucesso, tanto para você quanto para o credor.

Fazer Home Equity com restrição de crédito é possível?

É impossível sim, mas ao obter uma linha de crédito refinanciando seu imóvel que você não saiba exatamente o que você quer ao realizar este tipo de empréstimo, você precisa ser inteligente sobre como você vai usar o dinheiro e qual o custo para suas finanças após a aquisição dessa nova dívida.

O Home Equity é um crédito com taxas de juros mais baratas e com prazos mais longos as outras diversas modalidades existentes. O dinheiro concedido pode ser usado para qualquer finalidade.

Contudo, como qualquer operação financeira que envolva crédito, o consumidor precisa avaliar quais os maiores riscos para saber se vale a pena continuar ou optar por outra forma que se enquadre a situação de maneira mais favorável.

Por conta disso, seja no Home Equity, no empréstimo consignado ou crédito sem consulta, fazer o planejamento acertado do custo dessa nova dívida adquirida é uma etapa crucial para viver um vida sem complicações financeiras.